Meteorologia

  • 25 JULHO 2024
Tempo
23º
MIN 19º MÁX 27º

Reservas de Moçambique sobem e garantem três meses de importações

As Reservas Internacionais Líquidas (RIL) moçambicanas cresceram ligeiramente em junho, para 3.658 milhões de dólares (3.376 milhões de euros), garantindo mais de três meses das necessidades de importações de bens e serviços, segundo dados oficiais.

Reservas de Moçambique sobem e garantem três meses de importações
Notícias ao Minuto

09:29 - 11/07/24 por Lusa

Economia Moçambique

De acordo com um relatório estatístico do Banco de Moçambique, a que a Lusa teve hoje acesso, essas reservas - em moeda estrangeira - tinham crescido em janeiro para quase 3.601 milhões de dólares (3.323 milhões de euros), o valor mais elevado desde setembro de 2021.

Depois de vários meses em queda, as RIL de Moçambique cresceram para 3.652 milhões de dólares (3.371 milhões de euros) em maio último, aumentando mais 0,2% em junho, garantindo o equivalente às necessidades de 3,1 meses de importações totais, subindo para 4,9 meses excluindo os denominados grandes projetos.

A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Kristalina Georgieva, reconheceu em 17 de abril o "bom desempenho" da economia moçambicana, depois de receber, em Washington, o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi.

"Nós temos um programa ativo com Moçambique e estou agradada por ver que a situação fiscal do país reforçou-se, o crescimento está em alta e a inflação em baixa, as reservas estão fortes", apontou.

Ao lado do Presidente moçambicano, com quem se reuniu durante mais de 30 minutos na sede da instituição financeira, na capital norte-americana, Kristalina Georgieva acrescentou que o resultado deste desempenho tem sido a "construção de instituições fortes", colocando "em prática boas políticas".

Leia Também: Reservas bancárias em Moçambique recuam novamente em maio

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório