Meteorologia

  • 19 JULHO 2024
Tempo
20º
MIN 19º MÁX 32º

Pensões de 2024? Publicados valores de referência usados para cálculo

A portaria com os valores dos coeficientes para a atualização das remunerações usadas no cálculo das pensões iniciadas em 2024 foi hoje publicada em Diário da República, sendo essas pensões recalculadas com efeitos retroativos.

Pensões de 2024? Publicados valores de referência usados para cálculo
Notícias ao Minuto

16:16 - 20/06/24 por Lusa

Economia Pensões

A portaria entra em vigor na sexta-feira e produz efeitos de 01 de janeiro a 31 de dezembro de 2024, segundo indica o diploma conjunto dos ministérios do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social e das Finanças.

Esta portaria que atualiza os coeficientes de revalorização dos salários tem de ser publicada todos os anos, uma vez que no cálculo das pensões são tidas em conta remunerações antigas, sendo necessário atualizá-las, considerando a inflação.

Desta forma, as pensões que foram atribuídas desde 01 de janeiro deste ano e cuja remuneração usada para o seu cálculo ainda não tinha sido atualizada, por estar em falta a portaria, serão agora recalculadas, sendo pagos retroativos, o que irá gerar um aumento no valor recebido pelos pensionistas.

"Tendo em conta que a taxa de variação média dos últimos 12 meses do IPC, sem habitação, verificada em dezembro de 2023 foi de 4,30%, e que a taxa de evolução média dos ganhos subjacentes às contribuições declaradas à Segurança Social em 2021 foi de 7,40%, os coeficientes de revalorização das remunerações previstas no n.º 1 do artigo 27.º do Decreto-Lei n.º 187/2007, de 10 de maio, são atualizados em 4,30%, e os coeficientes de revalorização das remunerações previstas no n.º 2 do artigo 27.º do citado diploma, são atualizados em 4,80%", estabelece a portaria.

Leia Também: Portugal utiliza 80% da quota do tamboril e pesca pode encerrar "a curto prazo"

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório