Meteorologia

  • 17 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 29º

BNSF Railway indemniza tribo por abuso no transporte de petróleo

A BNSF Railway foi sentenciada na segunda-feira a pagar 400 milhões de dólares a uma tribo dos EUA, depois de se apurar que passou várias vezes pela reserva tribal com comboios com 100 vagões-cisterna com petróleo.

BNSF Railway indemniza tribo por abuso no transporte de petróleo
Notícias ao Minuto

06:20 - 18/06/24 por Lusa

Economia Empresa

O juiz federal Robert Lasnik tinha decidido no ano passado que a ferroviária violou deliberadamente os termos de um acordo, de 1991, com a tribo Swinomish, do norte de Seattle, que autorizava comboios com um máximo de 25 vagões por dia.

O juiz promoveu uma audiência no início deste mês para determinar quanto é a BNSf tinha lucrado com as passagens pelo território tribal e quanto é que deveria pagar.

A tribo tinha processado a BNSF, em 2015, depois de esta ter aumentado acentuadamente, sem a sua autorização, a quantidade de vagões-cisterna que atravessavam a reserva para exportar petróleo de uma zona dentro e em redor do Estado do Dacota do Norte, a designada Formação Bakken.

A linha atravessa ecossistemas marinhos sensíveis ao longo da costa, sobre águas com ligações ao Mar Salish, onde a tribo tem direitos de pesca protegidos por tratado.

O petróleo de Bakken é fácil de refinar nos combustíveis vendidos nas 'bombas' e acende mais facilmente.

Depois de vagões-cisterna com petróleo de Bakken terem explodido nos Estados do Alabama e Dacota do Norte, nos RUA, e no Quebeque, no Canadá, uma agência federal avisou, em 2014, que este petróleo tinha um grau de volatilidade superior ao de outros crudes dos EUA.

Leia Também: Passageiros nos transportes aéreos, ferroviários e fluviais aumentam

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório