Meteorologia

  • 12 JULHO 2024
Tempo
26º
MIN 16º MÁX 27º

Custos horários da mão-de-obra sobem 5,1% na zona euro no 1.º trimestre

Os custos horários da mão-de-obra para toda a economia subiram, no primeiro trimestre, 5,1% na zona euro e 5,5% na União Europeia (UE), segundo dados hoje divulgados pelo Eurostat.

Custos horários da mão-de-obra sobem 5,1% na zona euro no 1.º trimestre
Notícias ao Minuto

10:10 - 17/06/24 por Lusa

Economia Eurostat

Na zona euro, o aumento de 5,1% compara-se com o de 5,2% do período entre janeiro e março de 2023 e o de 3,4% registado no quarto trimestre de 2023.

Na UE, o indicador tinha avançado 5,4% no período homólogo e 4,1% entre outubro de dezembro do 2023.

Entre os países da moeda única, os custos horários com salários e vencimentos subiu 5,3% e os não salariais 4,5%, enquanto no conjunto dos 27 Estados-membros cresceram, respetivamente, 5,8% e 4,8%.

De acordo com os dados do serviço estatístico europeu, as maiores subidas nos custos horários da mão-de-obra registaram-se na Roménia (16,4%), Bulgária (15,8%) e Croácia (15,3%) e as menores na Bélgica (2,3%), Dinamarca (2,5%) e Itália (3,1%).

Em Portugal, o indicador avançou 6,2% no primeiro trimestre - com a parte salarial a subir 6,3% e a não salarial 6,1% - face aos 6,7% do período homólogo e os 6,3% do quarto trimestre de 2023.

Leia Também: Faturação das empresas de trabalho temporário sobe 10,2% em 2023

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório