Meteorologia

  • 22 JULHO 2024
Tempo
27º
MIN 18º MÁX 38º

Dormidas em alojamentos turísticos nos Açores sobem 5,8% em abril

Os Açores registaram mais de 322 mil dormidas em alojamentos turísticos em abril, um aumento de 5,8% face ao período homólogo, segundo dados revelados hoje pelo Serviço Regional de Estatística (SREA).

Dormidas em alojamentos turísticos nos Açores sobem 5,8% em abril
Notícias ao Minuto

18:04 - 14/06/24 por Lusa

Economia Açores

"Em abril, no conjunto dos estabelecimentos de alojamento turístico (hotéis, hotéis-apartamentos, apartamentos turísticos, pousadas, unidades de alojamento local e unidades de turismo no espaço rural) dos Açores registaram-se 322,6 mil dormidas, valor superior em 5,8% ao registado no mês homólogo", lê-se no relatório da atividade turística do SREA, relativo a abril.

Entre janeiro e abril, a região contabilizou 834 mil dormidas, "representando um acréscimo face ao período homólogo de 7,7%".

O número total de hóspedes nesse período foi de 272,7 mil, superior em 4% ao período homólogo, e a estada média situou-se nos 3,06 dias, "apresentando uma taxa de variação homóloga positiva de 3,6%".

Em abril, o número de turistas residentes no estrangeiro (182 mil) superou o de turistas residentes em Portugal (140,6 mil), representando 56,5% do total.

O mercado nacional registou uma subida homóloga de 0,6%, enquanto o mercado externo cresceu 10,1%.

Entre o mercado externo, os Estados Unidos da América "destacam-se como principal mercado emissor, com 32,1 mil dormidas" (17,6% das dormidas de residentes no estrangeiro) e "um crescimento homólogo de 11,9%".

Em segundo lugar surge a Alemanha, com 29,6 mil dormidas (16,2%), apesar de ter verificado uma quebra de 4,3% face ao período homólogo.

Segue-se o mercado espanhol, com 20,4 mil dormidas (11,2%) e um crescimento de 0,8%.

O Canadá foi o país que registou a maior subida face a abril de 2023, com 58,7%, seguindo-se Países Baixos (55,3%) e Polónia (51,1%).

Em sentido contrário, destacam-se os mercados de Israel (-30,5%), Áustria (-17,6%) e Alemanha (-4,3%).

Segundo o SREA, "a hotelaria concentrou 56,8% da totalidade de dormidas (183,4 mil), seguindo-se o alojamento local, com 39,6% (127,9 mil), e o turismo no espaço rural, com 3,5% (11,4 mil)".

Considerando apenas os dois principais tipos de estabelecimentos de alojamento turístico, a hotelaria e o alojamento local, que concentraram 96,5% do total de dormidas no mês de abril, todas as ilhas apresentaram uma variação homóloga positiva, com exceção do Corvo, que registou uma quebra de 33,5%.

As maiores subidas foram registadas em São Jorge (29,4%), Graciosa (23,0%) e Santa Maria (20,6%).

A Terceira subiu 15%, o Faial 7,4%, as Flores 6,1%, São Miguel 3,6% e o Pico 0,3%.

Com 226,4 mil dormidas, São Miguel, a maior ilha do arquipélago, concentrou 72,7% do total de dormidas da hotelaria e do alojamento local, seguindo-se a Terceira, com 41,2 mil (13,2%), o Faial, com 16,2 mil (5,2%), e o Pico, com 13,8 mil (4,4%).

Entre as diferentes tipologias, o turismo no espaço rural foi a que apresentou uma maior subida homóloga (14,1%) no número de dormidas, em abril, seguindo-se o alojamento local (7,3%) e a hotelaria (4,3%).

Os proveitos totais na hotelaria atingiram os 12,9 milhões de euros em abril (mais 12,4%) e o rendimento médio por quarto disponível foi de 58,6 euros.

Já no turismo no espaço rural, os proveitos totais foram de 1,1 milhões de euros (mais 35,7%) e o rendimento médio por quarto disponível atingiu os 47,9 euros.

No alojamento local não são apresentados estes números, mas o relatório refere que 32,9% dos estabelecimentos ativos "reportaram que não tiveram movimento de hóspedes".

Leia Também: Proveitos totais do alojamento turístico crescem 11% até abril

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório