Meteorologia

  • 18 JULHO 2024
Tempo
17º
MIN 16º MÁX 33º

Transporte de passageiros nos aeroportos nacionais cresce 4,8% até abril

Os aeroportos nacionais movimentaram 19,6 milhões de passageiros nos primeiros quatro meses do ano, mais 4,8% face aos mesmos meses de 2023, divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

Transporte de passageiros nos aeroportos nacionais cresce 4,8% até abril
Notícias ao Minuto

11:42 - 14/06/24 por Lusa

Economia ANA Aeroportos

O INE indica que "no início de 2024 continuou a verificar-se máximos históricos nos valores mensais de passageiros nos aeroportos nacionais", tendo em abril desembarcado por dia uma média de 101,5 mil passageiros (acima da média diária de abril de 2023).

Apenas em abril, nos aeroportos nacionais movimentaram-se 6,0 milhões de passageiros (mais 2,3% em termos homólogos).

Entre janeiro e abril, França foi o principal país de origem e de destino dos voos, ainda que tenha havido uma queda no número de passageiros desembarcados (-2,4%) e embarcados (-2,4%) face ao mesmo período de 2023. Reino Unido e Espanha ocuparam a segunda e terceira posição, respetivamente, a Alemanha a quarta posição e Itália a quinta posição.

Ainda nos primeiros quatro meses de 2024, o aeroporto de Lisboa movimentou 53,4% do total de passageiros (10,5 milhões, uma variação homóloga de 5,2%) e o aeroporto do Porto 23,0% do total (4,5 milhões de passageiros, mais 5,6% em termos homólogos). O aeroporto de Faro movimentou 2,1 milhões de passageiros (variação de 2,4%).

Quanto ao movimento de carga e correio, em abril, foram transportadas 21 mil toneladas, mais 14,4% do que em abril de 2023. Já no acumulado dos quatro meses até abril, o movimento de carga e correio cresceu 13,8% para 81 mil toneladas.

Leia Também: Cerca de 200 turistas alemães presos em avião com temperatura de... 52°C

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório