Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 25º

Inflação estimada em Espanha subiu para 3,6% em maio

Os preços em Espanha subiram 3,6% em maio, mais três décimas do que no mês passado, segundo uma estimativa do Instituto Nacional de estatística espanhol (INE) divulgada hoje.

Inflação estimada em Espanha subiu para 3,6% em maio
Notícias ao Minuto

08:48 - 30/05/24 por Lusa

Economia Espanha

Esta evolução da inflação (subida dos preços comparando com o mesmo mês do ano anterior) deveu-se, principalmente, ao aumento da eletricidade, que tinha baixado em maio de 2023, diz o INE, num comunicado.

Também os combustíveis contribuíram para o aumento da inflação este mês porque, apesar de terem baixado de preço, essa diminuição foi inferior do que há um ano.

Se se confirmar esta estimativa do INE, a inflação em Espanha subiu em maio pelo terceiro mês consecutivo.

Já a inflação subjacente (que exclui a energia e os alimentos frescos, não elaborados) foi 3% em maio, mais uma décima do que em abril, segundo a estimativa do INE.

Este será o primeiro aumento da inflação subjacente em Espanha depois de nove meses consecutivos de moderação.

Espanha mantém sem IVA, pelo menos até junho, os alimentos considerados básicos, assim como outras medidas de resposta à inflação.

Já na área da energia, o IVA (imposto sobre o consumo) da eletricidade subiu de 5% para 10% em janeiro.

Espanha adotou pacotes para responder à subida dos preços depois de no primeiro semestre de 2022 ter tido dos valores mais elevados da União Europeia e de em julho daquele ano ter registado a inflação mais alta no país desde 1984 (10,77%).

Ao longo de 2022, o país aprovou vários pacotes de medidas para responder à inflação superiores a 3% do Produto Interno Bruto (PIB), cerca de 45.000 milhões de euros, entre ajudas diretas a consumidores e empresas e benefícios fiscais.

Para tentar responder à escalada dos preços dos alimentos, entrou em vigor em janeiro de 2023 um novo conjunto de medidas que incluem a suspensão do IVA de alguns alimentos e produtos considerados básicos.

Espanha fechou 2022 com a inflação mais baixa da União Europeia (5,7%) e no ano passado a taxa continuou a baixar, apesar de algumas oscilações durante o ano, chegando a dezembro nos 3,1%.

Leia Também: Inflação na Alemanha deverá ter subido para 2,4% em maio

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório