Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
27º
MIN 14º MÁX 27º

Taxa de desemprego baixou para 6,3% em abril

O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) divulgou os dados provisórios de abril e os dados definitivos de março.

Taxa de desemprego baixou para 6,3% em abril
Notícias ao Minuto

11:33 - 29/05/24 por Notícias ao Minuto com Lusa

Economia Taxa de desemprego

O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou, esta quarta-feira, as estimativas do emprego e desemprego do mês de abril, dando conta de que a taxa de desemprego situou-se em 6,3%. "A taxa de desemprego situou-se em 6,3%, valor inferior em relação ao mês anterior, em comparação com três meses antes e face a um ano antes: 0,1 pontos percentuais, 0,2 pontos percentuais e 0,3 pontos percentuais, respetivamente", pode ler-se na nota do gabinete de estatísticas.

Assim, em abril, a taxa de desemprego atingiu o valor mais baixo desde agosto de 2023 (também 6,3%).

De acordo com o INE, a população ativa (5.342,1 mil) em abril aumentou face ao período homólogo (1,2%) e diminuiu em relação ao mês anterior (0,5%).

Em relação à estimativa provisória para abril da população empregada (5.004,7 mil), o INE afirma que a mesma registou um acréscimo de 1,5% face ao mesmo mês de 2023 e um decréscimo de 0,4% em relação ao mês anterior.

A população desempregada em abril, estimada em 337,4 mil pessoas, diminuiu 2,8% face ao período homólogo e 2,1% face a março.

Em contrapartida, a estimativa para a população inativa em abril, de 2.460,9 mil pessoas, o INE afirma que esta aumentou 2,2% face ao período homólogo e 1,2% face ao mês anterior.

Já a taxa de subutilização do trabalho situou-se em 11,1% em abril, valor inferior ao registado no mesmo mês de 2023 (menos 0,9 pontos) e ao verificado no mês anterior (menos 0,1 pontos).

O INE também divulgou hoje as estimativas definitivas de março de 2024, que situam a taxa de desemprego em 6,4%, menos 0,4 pontos do que no período homólogo e menos 0,2 pontos que em fevereiro, e inferior à estimativa provisória, de 6,5%, anunciada pelo instituto em 2 de maio.

[Notícia atualizada às 12h37]

Leia Também: Inscrições para subsídio de desemprego recuam nos EUA

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório