Meteorologia

  • 22 JUNHO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 27º

CGTP defende aumento urgente das pensões

A CGTP-IN defendeu hoje a valorização urgente das pensões e a reposição da idade de reforma aos 65 anos, com o direito à reforma antecipada aos 40 anos de descontos sem penalizações.

CGTP defende aumento urgente das pensões
Notícias ao Minuto

10:54 - 29/05/24 por Lusa

Economia CTGTP

"Para a CGTP-IN, a grande exigência que atualmente se coloca é o aumento geral das pensões e a dinamização da luta em defesa de pensões dignas e de outros importantes direitos sociais que garantam qualidade de vida a todos os pensionistas, autonomia económica e social, bem como a intervenção em defesa do Sistema Público de Segurança Social e do Serviço Nacional de Saúde", refere em comunicado.

Para a central sindical é essencial "valorizar as pensões de reforma e repor o poder de compra perdido" e "repor a idade de reforma aos 65 anos, salvaguardando os regimes mais favoráveis e o direito à reforma antecipada voluntária, aos 40 anos ou mais de carreira contributiva, sem penalizações, independentemente da idade".

A CGTP salienta que "as baixas pensões são a principal razão para os reformados trabalharem".

"Cerca de metade dos pensionistas que continuaram a trabalhar (46,5%) fá-lo por questões financeiras, ou seja, mais de 70 mil pensionistas dos 50 e os 74 anos trabalhavam por necessidades financeiras", aponta.

Leia Também: BE quer melhores salários, pensões e subsídio de insularidade para todos

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório