Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

PSI segue a negociar em alta com Mota-Engil a subir 2,55%

A bolsa de Lisboa negociava hoje em alta, com as ações da Mota-Engil a liderarem os ganhos ao subirem 2,55% para 4,18 euros.

PSI segue a negociar em alta com Mota-Engil a subir 2,55%
Notícias ao Minuto

09:46 - 28/05/24 por Lusa

Economia bolsa

Cerca das 09h20 em Lisboa, o PSI mantinha a tendência da abertura e avançava 0,15% para 6.948,41 pontos, com sete 'papéis' a subir, seis a descer e três a manter a cotação (Ibersol em 7,42 euros, Greenvolt em 8,30 euros e REN em 2,45 euros).

Às ações da Mota-Engil seguiam-se as dos CTT, BCP e EDP Renováveis, que registavam ganhos de 1,59% para 4,46 euros, 0,59% para 0,36 euros e 0,41% para 14,79 euros.

Os títulos da EDP, Semapa e Navigator também subiam, designadamente 0,27% para 3,76 euros, 0,12% para 16,16 euros e 0,10% para 4,09 euros.

Em sentido contrário, as ações da Sonae, Corticeira Amorim e Galp desciam 0,72% para 0,96 euros, 0,52% para 9,64 euros e 0,45% para 19,91 euros.

As outras três ações que desciam eram as da NOS, Altri e Jerónimo Martins, que registavam perdas de 0,30% para 3,35 euros, 0,29% para 5,23 euros e 0,10% para 20,64 euros.

As principais bolsas europeias estavam hoje mistas, numa sessão em que o mercado recupera as referências das bolsas de Wall Street e Londres - que na segunda-feira estiveram encerradas devido aos feriados Memorial Day e Spring Bank Holiday, respetivamente -, e aguarda para conhecer as expectativas de inflação do Banco Central Europeu (BCE).

Os futuros dos principais indicadores da bolsa de Wall Street apontam para uma abertura em alta.

Hoje serão divulgadas as expectativas de inflação do BCE e a confiança dos consumidores do Conference Board nos EUA, onde também são esperadas declarações de vários membros da Reserva Federal (Fed).

Entretanto, o mercado aguarda a divulgação na quinta-feira de dados importantes, como a inflação de maio em Espanha e o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre nos EUA, enquanto na sexta-feira serão anunciados os dados do IPC da zona euro e das despesas de consumo pessoal (PCE) de abril nos EUA.

Os dados sobre a inflação serão fundamentais para as decisões de política monetária dos bancos centrais, incluindo o BCE, que se reúne em 6 de junho, altura em que se espera que venha a reduzir as taxas de juro.

O mercado também aguarda a reunião da OPEP+ no domingo, onde se espera que os cortes de produção sejam prolongados até ao segundo semestre do ano, de acordo com analistas da Renta4 citados pela Efe.

O barril de petróleo Brent para entrega em julho abriu hoje em baixa, a cotar-se a 83,03 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 83,10 dólares na segunda-feira.

Os juros da obrigação alemã a 10 anos, considerada a mais segura da Europa, avançavam para 2,544%, contra 2,546% na segunda-feira.

A nível cambial, o euro abriu a valorizar-se no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0875 dólares, contra 1,0860 dólares na sessão anterior.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a subir 0,08%

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório