Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
26º
MIN 15º MÁX 26º

Saldo da dívida direta do Estado cai ligeiramente em abril

O saldo da dívida direta do Estado caiu 0,1% em abril face ao mês anterior, para 286.783 milhões de euros, de acordo com os dados hoje divulgados pelo IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública.

Saldo da dívida direta do Estado cai ligeiramente em abril
Notícias ao Minuto

17:11 - 24/05/24 por Lusa

Economia IGCP

O boletim mensal da instituição liderada por Miguel Martín explica que esta variação resultou, sobretudo, da redução mensal do saldo vivo de Certificado Especial de Dívida Pública de Curto Prazo (CEDIC), em 5.339 milhões de euros, parcialmente compensada pelo aumento do 'stock' de Certificado Especial de Dívida Pública de Médio e Longo Prazo (CEDIM) em 1.050 milhões de euros.

"Para a redução também contribuiu a descida do saldo vivo de Certificados do Tesouro (CT), em 99 milhões de euros, e dos Certificados de Aforro (CA), em 28 milhões de euros", refere.

Em sentido contrário, destaca um aumento do saldo vivo de Bilhetes do Tesouro (BT) e das Obrigações do Tesouro (OT), em 1.687 milhões de euros e em 1.523 milhões de euros, respetivamente, advindo das emissões efetuadas durante o mês nos dois instrumentos.

O IGCP dá ainda nota do aumento do saldo de Outros (instrumentos) em 717 milhões de euros, em "resultado de emissões no valor de 5.364 milhões de euros conjugado com amortizações que ascenderam a 4.647 milhões de euros, que incluem a amortização da linha de crédito desembolsada no mês anterior e a realização de operações de reporte. Por fim, as contrapartidas das contas margem, recebidas no âmbito de derivados financeiros, observaram um aumento de 46 milhões de euros".

Leia Também: Portugal emite três mil milhões a 30 anos com taxa de juro de 3,625%

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório