Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

Bolsas europeias em baixa, arrastadas pelas quedas de Wall Street

As principais bolsas europeias estavam hoje em baixa, arrastadas pelas importantes quedas em Wall Street na véspera, devido às dúvidas do mercado em relação à política monetária da Reserva Federal dos EUA (Fed).

Bolsas europeias em baixa, arrastadas pelas quedas de Wall Street
Notícias ao Minuto

09:17 - 24/05/24 por Lusa

Economia Bolsas

Lisboa, 24 mai 2024 (Lusa) -- As principais bolsas europeias estavam hoje em baixa, arrastadas pelas importantes quedas em Wall Street na véspera, devido às dúvidas do mercado em relação à política monetária da Reserva Federal dos EUA (Fed).

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt baixavam 0,65%, 0,46% e 0,69%, enquanto as de Madrid e Milão se desvalorizavam 1,07% e 0,89%.

Depois de abrir a cair, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência, estando às 08:55 o principal índice, o PSI, a recuar 0,29% para 6.904,87 pontos.

As bolsas europeias estavam em terreno negativo, afetadas pela queda de 1,53% registada na véspera pelo principal índice de Wall Street, o Dow Jones, naquela que é a pior sessão em 2024.

O Dow Jones terminou a descer 1,53% para 39.065,26 pontos, contra um novo máximo desde que foi criado em 1896, de 40.003,59 pontos, verificado em 20 de maio, e o Nasdaq a recuar 0,39% para 16.736,04 pontos contra um novo máximo de 16.632,63 pontos verificado em 21 de maio.

Apesar dos excelentes resultados do fabricante norte-americano de 'chips' Nvidia e da sua subida em bolsa, prevaleceu uma tendência negativa no mercado devido às dúvidas sobre se a Reserva Federal dos EUA (Fed) vai finalmente cortar as taxas este ano.

Após o fecho negativo nos Estados Unidos, os mercados asiáticos também se desvalorizaram esta manhã (o Nikkei de Tóquio perdeu 1,17%, o Hang Seng de Hong Kong desceu 1,63% e a Bolsa de Xangai 0,63%), tal como na Europa.

Hoje, os investidores vão estar atentos à divulgação de vários dados macroeconómicos de interesse, como a leitura final do PIB do primeiro trimestre na Alemanha, as vendas a retalho no Reino Unido e a leitura preliminar das encomendas de bens duradouros de abril nos EUA, onde se destaca também o índice de sentimento dos consumidores.

Os juros da obrigação alemã a 10 anos, considerada a mais segura da Europa, recuavam para 2,583%, contra 2,595% na quinta-feira.

O barril de petróleo Brent para entrega em julho abriu hoje em baixa, a cotar-se a 81,28 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, contra 81,36 dólares na quinta-feira.

A nível cambial, o euro abriu estabilizado no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0818 dólares, o mesmo valor do encerramento da sessão anterior.

Leia Também: Habitação, IMT, IRS e bolsas. Eis todas as medidas para os jovens

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório