Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
23º
MIN 12º MÁX 24º

Bruxelas investe mil milhões em 54 projetos de defesa na União Europeia

A Comissão Europeia investiu mais de mil milhões de euros em 54 projetos industriais de defesa, ao abrigo do Fundo Europeu de Defesa, para reforçar as capacidades tecnológicas em áreas críticas, foi hoje anunciado.

Bruxelas investe mil milhões em 54 projetos de defesa na União Europeia
Notícias ao Minuto

13:40 - 16/05/24 por Lusa

Economia UE

Em comunicado, o executivo comunitário anunciou que investiu pouco mais de mil milhões de euros em 54 "projetos colaborativos de investigação e desenvolvimento na área da defesa".

Do total, 30 projetos são para investigação e serão financiados em 265 milhões de euros, enquanto os restantes 24 projetos têm a finalidade de melhorar as capacidades de defesa europeias com 766 milhões de euros.

"Os projetos selecionados terão como propósito apoiar a excelência tecnológica em áreas críticas, incluindo a ciberdefesa, o combate terrestre, aéreo e naval, a proteção de ativos espaciais ou a defesa química, biológica, radiológica e nuclear", revelou o executivo de Ursula von der Leyen.

A Comissão espera que estes 54 projetos aprovados, que receberão financiamento ao abrigo do Fundo Europeu de Defesa, possam "contribuir para as prioridades de capacidades" da União Europeia na área da defesa, criando em simultâneo um ambiente colaborativo.

E exemplificou com dois projetos, o MARTE e o FMBTech, que reúnem mais de 70 organizações industriais e de investigação para desenhar e construir os sistemas de um carro de combate para ser utilizado em toda a Europa.

A Comissão Europeia recebeu um total de 236 propostas de diferentes consórcios, de 581 organizações de 26 Estados-membros da União, "com o envolvimento das pequenas e médias empresas".

Leia Também: Bruxelas oficializa organismo contra casos de corrupção após 'Qatargate'

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório