Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 21º

Bruxelas tem "quadro orçamental muito positivo" para Portugal

O comissário europeu para a Economia, Paolo Gentiloni, sublinhou hoje que Bruxelas tem um quadro orçamental positivo para Portugal, que mantém um excedente nas contas públicas e que o impacto da reforma do IRS se vai notar já este ano.

Bruxelas tem "quadro orçamental muito positivo" para Portugal
Notícias ao Minuto

11:58 - 15/05/24 por Lusa

Economia Comissão Europeia

"De um modo geral, sabemos que temos um quadro orçamental muito positivo para Portugal", disse o comissário, em conferência de imprensa, em Bruxelas, acrescentando que as previsões económicas da primavera para Portugal estimam "uma alteração do excedente, que era de 1,2% no ano passado, e que cairá para 0,4% este ano e 0,5% em 2025, mas" que continuam a referir-se, "obviamente, a um excedente positivo, o que confirma um bom quadro orçamental para o país".

Sobre o impacto da reforma do IRS, anunciada pelo Governo, o comissário referiu que este começa já em 2024 e se prolonga até 2025, mas "depende do nível de detalhe e da adoção das projeções orçamentais portuguesas".

A Comissão Europeia está mais otimista e previu hoje um excedente orçamental de 0,4% este ano, uma décima acima do Governo português, e um rácio da dívida pública de 95,6.

O executivo comunitário melhorou ainda as previsões de crescimento económico de Portugal para 1,7% este ano e 1,9% no próximo, taxas acima da média da zona euro e da UE, impulsionadas pelo consumo privado e pelo investimento.

Por outro lado, Bruxelas manteve a previsão da taxa de inflação em Portugal em 2,3% este ano e 1,9% em 2025.

A Comissão Europeia publica todos os anos duas previsões globais (primavera e outono) e duas previsões intercalares (inverno e verão).

Leia Também: Bruxelas prevê taxa de desemprego em Portugal de 6,5% em 2024

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório