Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 21º

Um em cada quatro desempregados transitou para o emprego no 1.º trimestre

Um em cada quatro dos desempregados (25,9%) no 4.º trimestre de 2023 transitou para o emprego no 1.º trimestre de 2024, de acordo com dados do INE, divulgados esta quarta-feira.

Um em cada quatro desempregados transitou para o emprego no 1.º trimestre
Notícias ao Minuto

11:04 - 15/05/24 por Notícias ao Minuto

Economia Mercado de trabalho

Do total de pessoas que estavam desempregadas no 4.º trimestre de 2023, 56,4% (200,0 mil) permaneceram nesse estado no 1.º trimestre de 2024, 25,9% (91,8 mil) transitaram para o emprego e 17,7% (62,8 mil) transitaram para a inatividade.

No mesmo período, 28,7% (48,9 mil) dos homens desempregados e 23,3% (43,0 mil) das mulheres desempregadas transitaram para o emprego.

Do 4.º trimestre de 2023 para o 1.º trimestre de 2024, 30,8% (70,0 mil) dos desempregados de curta duração e 18,1% (24,6 mil) dos inativos pertencentes à “força de trabalho potencial” transitaram para o emprego.

Ao mesmo tempo, transitaram para um trabalho por conta de outrem 9,7% (65,7 mil) das pessoas que tinham um trabalho por conta própria e 23,2% (82,1 mil) das pessoas que se encontravam desempregadas.

Do total de trabalhadores por conta de outrem que, no 4.º trimestre de 2023, tinham um contrato de trabalho com termo ou outro tipo de contrato, 22,5% (163,9 mil) passaram a ter um contrato sem termo no 1.º trimestre de 2024.

Do número de pessoas que, no 4.º trimestre de 2023, tinham um emprego a tempo parcial, 19,9% (79,7 mil) passaram a trabalhar a tempo completo no 1.º trimestre de 2024.

A percentagem de pessoas que permaneceram empregadas entre o 4.º trimestre de 2023 e o 1.º trimestre de 2024, mas que mudaram de emprego, diminuiu 0,4 p.p. em relação ao último trimestre, fixando-se nos 3,3% (159,4 mil).

Leia Também: IGCP coloca 1.250 milhões de euros em dívida a seis e a 12 meses

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório