Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 24º

De Chelas ao Barreiro: Tejo vai ter uma nova ponte (conheça os detalhes)

A ponte será simultaneamente ferroviária e rodoviária. Governo prevê "redução de cerca de 30 minutos face aos percursos atuais, bem como com maior frequência dos serviços".

De Chelas ao Barreiro: Tejo vai ter uma nova ponte (conheça os detalhes)

O Governo anunciou, na terça-feira, a construção de uma nova ponte que fará a  Terceira Travessia do Tejo (TTT) em Lisboa, entre Chelas e o Barreiro, sendo que a ponte será simultaneamente ferroviária e rodoviária.

"Esta nova travessia vai resolver constrangimentos de capacidade da infraestrutura ferroviária nas ligações a sul", promete o Executivo, num comunicado divulgado.

Entende o Executivo que esta nova infraestrutura "aumenta a competitividade dos serviços ferroviários entre Lisboa e a região sul (Alentejo e Algarve) com redução de cerca de 30 minutos face aos percursos atuais, bem como com maior frequência dos serviços".

"Reduz o tempo de percurso no eixo Lisboa-Barreiro em 10 minutos e no eixo Lisboa-Setúbal em 30 minutos, e permite ainda o reforço da oferta ferroviária suburbana (Linhas de Cintura, de Sintra e Eixo Norte/Sul). Finalmente, permite o tráfego ferroviário de mercadorias sem restrições", considera o Governo.

A nova ponte será "essencial para as acessibilidades ao Novo Aeroporto de Lisboa, localizado no Campo de Tiro de Alcochete" e a "solução de uma ponte com linha férrea por baixo e estrada por cima soluciona diversos problemas".

"A componente rodoviária é complementar às travessias existentes (pontes 25 de Abril e Vasco da Gama) cujo nível de serviço e fiabilidade estão em declínio. Reforça também a acessibilidade direta no corredor Lisboa-Barreiro e melhora as acessibilidades de Lisboa ao triângulo Barreiro-Moita-Coina, com ganhos de tempo que, em alguns casos, chegam a 50%", diz o Executivo.

Já a "componente ferroviária integra-se na Rede Ferroviária Convencional (Linha de Cintura, Linha do Alentejo e acesso ao Novo Aeroporto de Lisboa), permitindo a ligação de alta velocidade entre Lisboa e Madrid".

Quais são os próximos passos? 

"Os próximos passos neste processo são a conclusão dos estudos relativos às caraterísticas da TTT e a definição de um novo modelo de gestão para as três travessias do Tejo em Lisboa, que inclua a construção da TTT", pode ler-se na mesma nota.

O Governo decidiu mandatar a Infraestruturas de Portugal (IP) para concluir os estudos para a construção da TTT e da ligação ferroviária de alta velocidade Lisboa-Madrid, anunciou o primeiro-ministro, Luís Montenegro.

Leia Também: "Melhor decisão". Alcochete, nova ponte e TGV para Madrid aprovados

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório