Meteorologia

  • 20 JUNHO 2024
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 22º

Ofertas de emprego e crédito fácil? BdP alerta para tentativas de fraude

Fique a par das recomendações do Banco de Portugal e não se deixe enganar.

Ofertas de emprego e crédito fácil? BdP alerta para tentativas de fraude
Notícias ao Minuto

14:26 - 30/04/24 por Notícias ao Minuto

Economia Fraude

O Banco de Portugal (BdP) alertou, esta terça-feira, para tentativas de fraude associadas a ofertas de emprego, investimentos com retorno avultado e crédito fácil. O supervisor deixa recomendações para que os utilizadores não caiam nestes esquemas. 

Em causa estão "tentativas de fraude em que, através de mensagens (SMS ou chats/mensagens instantâneas), anúncios em plataformas sociais ou chamadas telefónicas, as pessoas são aliciadas a aderir a grupos de chat, para obter rendimento adicional, no âmbito de uma oferta de emprego, de um investimento com elevado retorno ou da concessão de um crédito com condições vantajosas", explica o supervisor, em comunicado.

"Esteja atento a estas situações. Podem estar em causa esquemas em pirâmide, em que os infratores pretendem usar a sua conta de pagamento como 'conta-mula', ou seja, como conta de passagem de valores conseguidos de modo fraudulento: creditam a sua conta, manipulando-o para que, posteriormente, transfira esses valores para outra conta", diz o supervisor. 

A recomendação é a seguinte: "Nunca clique em links presentes em mensagens recebidas de desconhecidos, nem abra mensagens duvidosas. Não adira a grupos de chat de origem desconhecida. Não execute pagamentos, nem instale nenhum programa/aplicação a pedido de terceiros, com vista à obtenção de rendimento fácil. É muito provável que qualquer uma das situações descritas se trate de fraude".

Exemplos

No caso das ofertas de emprego, as mensagens têm o seguinte teor (ou aproximado), segundo o BdP:

"Olá, sou do departamento de recursos humanos da rede social/empresa ABC. Precisamos urgentemente de 30 funcionários online em meio período. Entrega diária de 50-500 euros. / Oferecemos um emprego a tempo parcial por 300 a 800 euros por dia. Entre em contacto através do número wa.me/351xxxxxxxxx [link do grupo]."

Depois, após clicar no link, a pessoa é associada a um grupo 'de trabalho' (do WhatsApp, Telegram, …), podendo ainda ser-lhe solicitada uma taxa de inscrição com a promessa de que a mesma lhe será devolvida, acrescida de uma comissão, após a 'realização da primeira tarefa'.

A remuneração prometida está associada a tarefas de visualização de vídeos em plataformas sociais (Youtube, TikTok, Spotify, etc.) e colocação de likes ou comentários nos mesmos. Depois de 'realizar as tarefas' solicitadas, que corresponderão a um suposto valor monetário, poderá seguir-se uma proposta de investimento imperdível (por exemplo, em 'criptomoedas'), explica o supervisor.

Além disso, "é também frequente a receção de mensagens nas redes sociais com a promessa de crédito imediato e de forma descomplicada. Neste caso, as pessoas são convidadas a proceder ao pagamento de uma comissão inicial e, após efetuarem esse pagamento, o suposto mutuante desaparece, deixando de responder às mensagens".

O BdP recorda que as entidades autorizadas a conceder crédito têm de estar registadas no Banco de Portugal. Pode consultar a lista de entidades autorizadas a conceder crédito aqui.

Leia Também: Vigilância devia ser alargada "idealmente" a todos os fins de semana

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório