Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 23º

EasyJet garante estar preparada para o verão após críticas

A companhia aérea easyJet garantiu hoje que está "bem equipada" e que conta com "o número certo de tripulantes" para o verão, adiantou fonte oficial à Lusa, depois de críticas do sindicato quanto às escalas de trabalho.

EasyJet garante estar preparada para o verão após críticas
Notícias ao Minuto

14:03 - 24/04/24 por Lusa

Economia EasyJet

"A easyJet está bem equipada para proporcionar um verão bem-sucedido em toda a sua rede com o número certo de tripulantes", disse a transportadora.

Na terça-feira, o Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil (SNPVAC) alertou, num comunicado, para a possibilidade de uma "enorme disrupção" na época alta, devido à "fraca organização" nas escalas dos trabalhadores.

Na nota, o SNPVAC disse que nos últimos meses "tem alertado a companhia para a necessidade de uma distribuição mais equitativa das escalas", dando conta de vários 'emails' enviados sobre o assunto, desde outubro do ano passado.

O sindicato alertou para os problemas já visíveis nas escalas de maio, com "dias de 11 ou 12 horas, de maneira consecutiva e, sobretudo, em aeroportos congestionados", acrescentando que "a empresa aplica um plano operacional transversal à rede, esquecendo as especificidades de cada aeroporto ou país".

"Não tendo instrumentos que obriguem a companhia a manejar melhor a operação, ou a ter bom senso, o alerta deixado já por várias vezes a nível interno parece não ter resultado", lamentou.

"Nesta fase, onde a empresa já enfrenta uma disrupção no início da época de Verão IATA, com vários cancelamentos logo na primeira semana de abril", o SNPVAC disse que, "caso não haja novas contratações, promoções a chefes de cabine, ou que os planeamentos sejam aliviados" prevê "uma enorme disrupção na época alta de Verão, podendo mesmo a operação estar comprometida".

"Cancelamentos estes devidos à fraca organização da empresa, que já tinham ocorrido em 2019 e 2022", destacou, salientando que "não pode depois vir a empresa referir licenças de maternidade, horários flexíveis, eventos de verão ou até mesmo baixas relativas a doença de trabalhadores, para justificar algo identificado há largos meses".

Leia Também: Tripulantes alertam para possível "disrupção" na easyJet

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório