Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
20º
MIN 13º MÁX 21º

Esta autarquia "foi forçada" a aumentar em mais de 100% a taxa de lixo

A Câmara de Sever do Vouga foi obrigada a aumentar em mais de 100% as tarifas de resíduos urbanos para não perder a possibilidade de se candidatar a fundos europeus, informou hoje aquela autarquia do distrito de Aveiro.

Esta autarquia "foi forçada" a aumentar em mais de 100% a taxa de lixo
Notícias ao Minuto

12:50 - 22/04/24 por Lusa

Economia Sever do Vouga

Em declarações à Lusa, o presidente da Câmara, Pedro Lobo (PSD), esclareceu que este aumento, que passa em média de 2,66 euros para sete euros mensais, é "uma imposição legal", seguindo uma diretiva da ERSAR - Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos.

O assunto foi discutido na última sessão da Assembleia Municipal, realizada na sexta-feira, na qual vários deputados deixaram criticas contra os aumentos "assustadores" das taxas de lixo.

Na resposta aos deputados, o presidente da Câmara explicou que o aumento reflete os acréscimos dos custos do tratamento dos resíduos urbanos da ERSUC -- Resíduos Sólidos do Centro e da taxa de gestão de resíduos, desde 2021, que foram suportados pela autarquia até ao final do ano passado.

"No ano passado, os consumidores pagavam em tarifa apenas cerca de 14% do valor total dos custos inerentes aos resíduos urbanos, sendo 86% suportado pela autarquia", adiantou.

O autarca referiu ainda que a Câmara "foi forçada, por força da legislação e de opções de gestão a nível nacional, a proceder a esta atualização", sob pena de deixar de poder candidatar-se a fundos comunitários.

"Fomos informados pela ERSAR que teríamos de refletir os acréscimos ao consumidor, o que, a não ocorrer, constituiria uma violação grave e impeditiva da câmara se candidatar a diversos fundos europeus", explicou.

Apesar destes aumentos, o autarca assegurou que Sever do Vouga, no distrito de Aveiro, "continua a ser o município das redondezas que menos paga de tarifa de resíduos urbanos".

Pedro Lobo alertou ainda que é preciso melhorar o comportamento na gestão dos resíduos, com uma maior preocupação e envolvimento em reciclagem e reutilização, lembrando que, em 2023, iniciaram a distribuição gratuita de biocompostores, com o objetivo de diminuir a produção de lixo e a despesa de recolha.

O presidente da Câmara pediu ainda aos consumidores com carência económica para se deslocarem aos serviços municipais para aferir da viabilidade da atribuição da tarifa social.

Leia Também: Galp sobe 17,3% e aproxima-se do valor máximo de sempre

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório