Meteorologia

  • 23 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 12º MÁX 23º

Porto de Lisboa superou em 2023 os 700 mil passageiros nos cruzeiros

O Porto de Lisboa registou em 2023 o melhor ano nos cruzeiros, tendo superado a barreira dos 700 mil passageiros (758.328), um crescimento de 54% face a 2022, ultrapassando o recorde que datava de 2018, foi hoje divulgado.

Porto de Lisboa superou em 2023 os 700 mil passageiros nos cruzeiros
Notícias ao Minuto

11:56 - 22/04/24 por Lusa

Economia Cruzeiro

Em comunicado, o porto de Lisboa destaca que o recorde era de 2018, ano em que registou 577.603 passageiros de cruzeiro.

De acordo com o porto de Lisboa, nas escalas, o recorde fixou-se nas 347, mais 20 do que em 2022.

"Também as escalas em 'turnaround' registaram um novo recorde, 107, ultrapassando o máximo absoluto das 103 escalas contabilizadas no período homólogo", é referido na nota.

Do total de passageiros, 204 mil são do segmento 'turnaround,' ou seja, de cruzeiros que têm embarque e/ou desembarque no terminal de cruzeiros da capital portuguesa.

Este número, segundo o porto de Lisboa, representa um aumento de 131% neste segmento.

"Destaque para a maior operação de sempre de 'turnaround' no Porto de Lisboa, a 30 de julho, com a movimentação de 9.163 passageiros, dos quais 4.476 embarcados e 4.687 desembarcados", segundo a entidade.

No que diz respeito aos mercados emissores, a empresa adianta que, em 2023, a Europa manteve-se o principal mercado emissor de passageiros de cruzeiros para Lisboa, com o Reino Unido a liderar, representando 38% do total.

Os EUA superaram a Alemanha e surgem agora em segundo lugar, com um aumento de 116% nos passageiros, representando 20% do total.

"A Alemanha apesar do crescimento de 14% caiu para o terceiro lugar com 15%. O Canadá e Portugal ocupam, respetivamente, o quarto e quinto lugares, com aumentos significativos nos números de passageiros (+172% e + 88%) face ao ano anterior", é referido na nota.

De acordo com a empresa, em 2023, o Porto de Lisboa registou uma subida de 8,7% nas escalas de navios de carga -- 2.045 escalas -, que movimentaram 11 milhões de toneladas, e mais 6% nas escalas de cruzeiros, que movimentaram o valor recorde de 758.328 passageiros.

No que diz respeito à carga, foi registado um crescimento de 11% na carga geral, para as 4,6 milhões de toneladas, e uma subida de 13% na carga contentorizada.

"O Terminal de Contentores de Alcântara, cujo projeto de investimento na modernização do mesmo se encontra na segunda fase, contribuiu para esta recuperação tendo registado um crescimento de 48% em toneladas movimentadas", refere o Porto de Lisboa.

De acordo com a nota, os novos serviços que em 2023 começaram a operar neste terminal, nomeadamente para a América do Sul, foram decisivos no aumento da oferta disponível para as empresas que visam exportar a partir de Lisboa.

Quanto ao mercado dos granéis, movimentaram-se mais 9,6% de granéis líquidos, com grande destaque para o aumento de 600% no mercado de bancas (fornecimento de combustível ao largo a navios).

"De destacar nos granéis sólidos o crescimento em produtos como o trigo, cevada, colza e o açúcar, superior a 40%", indica o Porto de Lisboa.

Leia Também: Grávida retirada de cruzeiro em helicóptero após "complicações de saúde"

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório