Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 20º

Défice da zona euro recua em 2023. Portugal teve 4.º maior excedente

O défice público da zona euro recuou, em 2023, para os 3,6% do PIB e a dívida abrandou para os 88,6%, face ao ano anterior, tendo Portugal apresentado o quarto maior excedente (1,2%), divulga hoje o Eurostat.

Défice da zona euro recua em 2023. Portugal teve 4.º maior excedente
Notícias ao Minuto

10:17 - 22/04/24 por Lusa

Economia Défice

De acordo com os dados do serviço estatístico europeu, o défice voltou a recuar, em 2023, face aos 3,7% de 2022 e a dívida compara-se com a de 90,8% do Produto Interno Bruto (PIB) nos 20 países da área do euro.

Na União Europeia (UE), o défice público agravou-se dos 3,4% em 2022 para os 3,5% em 2023, e o rácio da dívida desceu de 83,4% para 81,7% do PIB.

Todos os 27 Estados-membros, exceto Chipre e a Dinamarca (3,1% cada), Irlanda (1,7%) e Portugal (1,2%), registaram défice público, com os mais altos em Itália (-7,4%), Hungria (-6,7%) e Roménia (-6,6%).

O boletim do Eurostat mostra ainda que, no final de 2023, os rácios mais baixos da dívida pública em relação ao PIB foram registados na Estónia (19,6%), Bulgária (23,1%) e Luxemburgo (25,7%) e os mais altos na Grécia (161,9%), a Itália (137,3%) e França (110,6%).

Portugal apresentou, em 2023, uma dívida pública de 99,1% do PIB, ocupando a sexta posição entre as mais altas.

O Eurostat divulgou também hoje dados atualizados para o quarto trimestre de 2023, com o défice da zona euro a agravar-se para os 4,1% do PIB e a dívida a abrandar para os 88,6%.

Nos países da área do euro, o défice de 4,1% do PIB compara-se com o de 3,6% tanto no mesmo período de 2022, quanto no terceiro trimestre de 2023.

Na UE, o défice de 4,0% do PIB regista uma aceleração face ao de 3,4% homólogo e ao de 3,5% apresentado entre julho e setembro.

De acordo com o serviço estatístico da UE, no conjunto dos 27 Estados-membros, a dívida abrandou para os 81,7% do PIB, na comparação com os 83,4% do trimestre homólogo e aos 82,4% do período entre julho e setembro de 2023.

[Notícia atualizada às 10h39]

Leia Também: Idoso morre asfixiado com ramos de árvore durante trabalhos agrícolas

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório