Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 21º

Bolsas europeias em baixa, pendentes do ataque de Israel contra o Irão

As principais bolsas europeias estavam hoje em baixa, pendentes do ataque de Israel contra o Irão, cujo Exército deu a entender que não irá responder.

Bolsas europeias em baixa, pendentes do ataque de Israel contra o Irão
Notícias ao Minuto

09:20 - 19/04/24 por Lusa

Economia Bolsas

Às 08h45 em Lisboa, o EuroStoxx 600 estava a recuar 0,78% para 495,80 pontos.

As bolsas de Londres, Paris e Frankfurt baixavam 0,55%, 0,75% e 1,05%, enquanto as de Madrid e Milão se desvalorizavam 1,30% e 1,13%, respetivamente.

Depois de abrir a cair, a bolsa de Lisboa mantinha a tendência, estando às 08:45 o principal índice, o PSI, a perder 0,33% para 6.306,84 pontos.

A escalada das tensões no Médio Oriente levou a uma forte subida do preço do petróleo que, no caso do Brent, chegou a aproximar-se dos 91 dólares ao início da manhã, embora na abertura tenha suavizado a sua subida para 88,15 dólares, com uma revalorização de 1,15%.

Analistas da Renta4 citados pela Efe explicam que o ataque de Israel ao Irão foi descrito por alguns meios de comunicação como "simbólico", o que limita em parte a reação inicial dos mercados, já que o crude moderou as subidas (subiu mais de 4%), tal como o ouro, que subiu mais de 2% esta manhã.

A esta hora, o ouro, um dos ativos considerados um porto seguro em tempos de incerteza, está a subir 0,48% para 2.390,1 pontos.

Os futuros dos principais indicadores de Wall Street registam hoje quedas moderadas, entre 0,48% no Dow Jones e 0,70% no Nasdaq, o índice tecnológico mais importante.

Na quinta-feira, o Dow Jones terminou a subir 0,06% para 37.775,38 pontos, contra 39.807,37 pontos em 28 de março, um novo máximo desde que foi criado em 1986, e o Nasdaq a cair 0,52% para 15.601,50 pontos, contra o novo máximo de 16.442,20 pontos em 11 de abril.

Analistas da Link Securities, também citados pela Efe, explicam que hoje os investidores terão de processar" as consequências que o ataque de retaliação levado a cabo por Israel, esta madrugada, contra vários alvos militares iranianos, tanto no Irão como na Síria e no Iraque, pode ter para a estabilidade na região, uma vez que abre a porta a uma guerra frontal entre as duas potências.

"Se assim for, poderá ter consequências para a economia mundial, através do aumento do preço do petróleo, um fator inflacionista que condicionaria a atuação dos bancos centrais, que se veriam na posição de ter de manter as suas taxas de juro em níveis restritivos, com o consequente impacto no crescimento económico mundial".

A nível cambial, o euro abriu a desvalorizar-se no mercado de câmbios de Frankfurt, a cotar-se a 1,0645 dólares, contra 1,0653 dólares na sessão anterior.

Leia Também: Bolsa de Lisboa abre a cair 0,21%

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório