Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 20º

Fórum para a Competitividade vê PIB a crescer entre 1,4% e 1,9% este ano

O Fórum para a Competitividade prevê um crescimento da economia entre 1,4% e 1,9% este ano e um abrandamento da taxa de inflação para entre 2,1% e 2,5%, segundo a nota hoje divulgada.

Fórum para a Competitividade vê PIB a crescer entre 1,4% e 1,9% este ano
Notícias ao Minuto

15:29 - 18/04/24 por Lusa

Economia Contas nacionais

De acordo com o Fórum para a Competitividade, "ainda é cedo para ter uma ideia clara do impacto do novo Governo sobre a economia em 2024, porque várias medidas dependem da aprovação parlamentar, mas é pouco provável que o impacto seja significativo no curto prazo".

Contudo, considera que o cenário de redução das taxas de juro do Banco Central Europeu (BCE) deverá beneficiar a economia portuguesa, sobretudo a partir do segundo semestre deste ano.

Para 2025, aponta crescimentos próximos do seu potencial na zona euro e em Portugal, refletindo a diminuição das taxas de juro e a eventual redução dos riscos geopolíticos, ainda que admita que novos riscos são "sempre possíveis".

O Fórum para a Competitividade estima assim um abrandamento do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de 2,3% em 2023 para entre 1,4% e 1,9% em 2024, estabilizando entre 1,5% e 2% em 2025.

No Programa de Estabilidade, remetido esta semana pelo Governo ao parlamento, o Ministério das Finanças prevê (num cenário que tem em linha de conta apenas as políticas e medidas previstas pelo anterior executivo) um crescimento de 1,5% este ano.

O Fórum para a Competitividade estima um abrandamento da taxa de inflação de 4,3% em 2023 para entre 2,1% e 2,5% em 2024 e entre 1,9% e 2,2% em 2025.

Leia Também: MSC Aries. Libertada tripulante indiana de navio apreendido pelo Irão

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório