Meteorologia

  • 20 MAIO 2024
Tempo
19º
MIN 13º MÁX 21º

Produção de energias renováveis da EDP aumentou 10% no 1.º trimestre

A produção de energias renováveis da EDP aumentou 10% no primeiro trimestre de 2024, para 16,9 terawatt-hora (TWh), representando 97% da produção total de eletricidade, anunciou a empresa.

Produção de energias renováveis da EDP aumentou 10% no 1.º trimestre
Notícias ao Minuto

08:09 - 18/04/24 por Lusa

Economia EDP

Na informação comunicada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, a EDP indica também que, no primeiro trimestre do ano, a produção hídrica subiu 37% face ao período homólogo, para 7 TWh, 1,4 TWh acima da média histórica na Península Ibérica.

A produção hídrica por bombagem aumentou 46% face ao período homólogo, para 545 gigawatt-hora (GWh), "suportado pelo aumento da volatilidade do preço horário de eletricidade", acrescenta.

Segundo os dados operacionais provisionais da EDP, no final de março, os níveis dos reservatórios hídricos em Portugal situavam se nos 94%, um nível recorde 26 pontos percentuais acima da média histórica para o período.

Nos últimos 12 meses, o Grupo EDP adicionou 3,2 GW de capacidade eólica e solar ao portfólio global, atingindo uma capacidade instalada eólica e solar de 17 GW em março de 2024, um aumento de 13% (ou 2,0 GW) face ao período homólogo.

Nos primeiros três meses deste ano o Grupo EDP instalou 0,4 GW de capacidade solar nos Estados Unidos, "em resultado da normalização da cadeia de abastecimento de equipamento solar", que apresentou limitações durante o ano de 2023.

A empresa concluiu também uma transação de rotação de ativos de energia solar nos Estados Unidos e acordou uma outra transação para ativos eólicos no Canadá.

A produção eólica e solar diminuiu 3%, "sobretudo pelo impacto negativo na rotação de ativos eólicos em operação em Espanha" (agosto 2023), Polónia (setembro 2023) e Brasil (dezembro 2023), pelo aumento gradual de produção da nova capacidade instalada no quarto trimestre de 2023 e pelos "fracos recursos renováveis".

Já a produção térmica baixou 80%, 95% no carvão e 68% no gás, refletindo a venda de 80% da central a carvão de Pecém no Brasil e da nova parceria 50/50 na termoelétrica da Aboño, em Espanha.

Na comercialização, na Península Ibérica, o volume de eletricidade comercializado diminuiu 14% em termos homólogos, refletindo a diminuição de volumes vendidos a grandes clientes empresariais em Espanha.

No gás, os volumes vendidos diminuíram 18% em relação ao período homólogo.

No Brasil, a eletricidade distribuída subiu 6% face ao período homólogo, devido às elevadas temperaturas no mesmo período, e o número de clientes ligados à rede aumentou em 2% face ao primeiro trimestre do ano passado.

Nos primeiros três meses do ano, na Península Ibérica, a eletricidade distribuída e o número de clientes ligados à rede aumentaram ambos 1% relativamente ao período homólogo.

Leia Também: Trabalhadores criticam postura da EDP e ameaçam agudizar protestos

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório