Meteorologia

  • 18 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

Sonae conclui aquisição de 89,1% da Diorren por 160,5 milhões

A Sonae, através da sua unidade Sparkfood, que aposta em empresas alimentares saudáveis e sustentáveis, concluiu a aquisição de 89,1% na francesa Diorren, que detém a BCF Life Sciences, por 160,5 milhões de euros, adiantou, em comunicado.

Sonae conclui aquisição de 89,1% da Diorren por 160,5 milhões
Notícias ao Minuto

20:04 - 16/04/24 por Lusa

Economia Sonae

Na nota, publicada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Sonae indicou que a sua subsidiária Sparkfood "concluiu hoje a aquisição de uma participação de 89,1% na Diorren SAS, empresa detentora da BCF Life Sciences (BCF), por um valor total de 160,5 milhões de euros".

De acordo com o grupo, a "BCF continuará a ser gerida pela sua atual equipa de gestão, que reinvestiu na empresa um montante total de 19,7 milhões de euros e, em agregado, detém uma participação minoritária de 10,9%".

A Sonae indicou ainda que "a aquisição da BCF está integralmente alinhada com a estratégia da Sonae para criar dentro da Sparkfood uma plataforma global na indústria de 'food tech' [tecnologia na área alimentar], através da aquisição de empresas especializadas em ingredientes inovadores e de valor acrescentado, com forte 'know-how', experiência comprovada e posições de mercado relevantes".

Além disso, destacou, a operação "enquadra-se também no compromisso da Sonae com um futuro mais sustentável, uma vez que representa um importante investimento na economia circular, e contribui também para a expansão da presença internacional do grupo".

Em 05 de fevereiro, o grupo anunciou que estava em negociações para comprar uma participação maioritária de 89% na Diorren, por 152 milhões de euros.

A Diorren, fundada em 1983 e sediada na Bretanha, em França, e que é detentora da BCF Life Sciences, produz ingredientes para a indústria de nutrição através de um processo de produção inovador apoiado nos princípios da economia circular.

A BCF transforma resíduos da produção alimentar em "ingredientes de elevado valor acrescentado (aminoácidos)", que são incorporados em produtos farmacêuticos, na alimentação humana e animal, bem como em soluções para a agricultura sustentável, explicou a nota da Sonae, nesse dia.

Leia Também: Sonae Sierra investe 700 milhões em 8 projetos de promoção imobiliária

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório