Meteorologia

  • 26 MAIO 2024
Tempo
21º
MIN 14º MÁX 23º

Estimativa da taxa de desemprego mantém-se nos 6,7% em 2024

O Governo mantém a estimativa de uma taxa de desemprego em 6,7% para este ano, prevendo uma redução a partir de 2025 até atingir 5,8% em 2028, segundo o Programa de Estabilidade (PE) entregue hoje no parlamento.

Estimativa da taxa de desemprego mantém-se nos 6,7% em 2024
Notícias ao Minuto

17:08 - 15/04/24 por Lusa

Economia Desemprego

O PE 2024-2028 foi hoje entregue pelo Governo da Aliança Democrática (AD) no parlamento, um documento baseado em políticas invariantes, que ainda não integra o impacto das medidas previstas no programa do novo executivo.

"O mercado de trabalho deverá manter uma dinâmica favorável em 2024, ainda que a taxa de desemprego aumente ligeiramente para 6,7% em 2024", face aos 6,5% em 2023, pode ler-se no documento que será discutido no dia 24 na Assembleia da República.

No Orçamento do Estado para 2024 (OE2024), também o anterior governo socialista previa uma taxa de desemprego de 6,7% este ano.

O atual Governo prevê no Programa de Estabilidade que a taxa de desemprego inicie depois uma trajetória de redução após 2024, estimando 6,5% em 2025, 6,3% em 2026, 6,1% em 2027 e 5,8% em 2028.

O crescimento do emprego deverá desacelerar dos 0,9% em 2023 para 0,4%, em 2024, mantendo-se em 2025, mas aumentando 0,5% em 2026, para voltar a recuar para 0,3% em 2027 e 2028.

O executivo espera um aumento da produtividade do trabalho que, "aliado à restante conjuntura favorável do mercado de trabalho, resultará num crescimento das remunerações por trabalhador de 5%, o dobro do crescimento previsto para os preços", salienta.

"Desta forma, as remunerações em percentagem do PIB subirão 0,4 p.p. [pontos percentuais] em 2024, para 47,7%", pode ler-se no PE 2024-2028.

Leia Também: Governo estima excedente orçamental de 0,3% sem impacto de novas medidas

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório