Meteorologia

  • 21 MAIO 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 20º

Estes três alimentos encareceram mais de 10% em apenas uma semana

O preço do cabaz de 63 bens alimentares aumentou 16 cêntimos (mais 0,07%) entre 3 e 10 de abril e custa agora 237,96 euros.

Estes três alimentos encareceram mais de 10% em apenas uma semana
Notícias ao Minuto

08:58 - 12/04/24 por Notícias ao Minuto

Economia supermercado

O esparguete, o bacalhau graúdo e a curgete viram os seus preços subir entre 10% e 13% de uma semana para a outra, de acordo com uma monitorização de preços da DECO PROteste. Ora, um quilo de bacalhau graúdo já custa mais de 14 euros e a curgete está a dois euros por quilo.

"Na última semana, os produtos cujo preço mais aumentou foram o esparguete, o bacalhau graúdo e a curgete. No esparguete, a subida foi de 13% (15 cêntimos). Uma embalagem de 500 gramas deste tipo de massa custa agora, em média, 1,27 euros. Já o bacalhau graúdo registou uma subida de preço de 10% (1,25 euros por quilo) e passou a custar 14,16 euros por quilo. A curgete, por sua vez, teve uma subida de 10% (18 cêntimos) e custa agora 2 euros por quilo", revela a organização de defesa do consumidor.

O preço do cabaz de 63 bens alimentares aumentou 16 cêntimos (mais 0,07%) entre 3 e 10 de abril e custa agora 237,96 euros.

Segundo a DECO PROteste, "há um ano, esta cesta de bens alimentares essenciais custava menos 11,54 euros (menos 5,10%)" e "há dois anos, era possível comprar exatamente os mesmos ,alimentos por menos 36,28 euros (menos 17,99%)".

No último ano, entre 12 de abril de 2023 e 10 de abril de 2024, os produtos cujo preço mais aumentou percentualmente foram:

  • o azeite virgem extra, que há um ano custava 7,03 euros e agora custa 11,50 euros. Trata-se de uma subida de 4,46 euros (mais 63%);
  • a pescada fresca, que aumentou 2,80 euros por quilo (mais 37%), de 7,60 euros por quilo para 10,40 euros por quilo;
  • e o atum posta em azeite, que subiu 56 cêntimos (mais 31%), passando de 1,79 euros para 2,35 euros. 

Leia Também: 71% dos e-shoppers portugueses consideram que poupam com compras online

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório