Meteorologia

  • 26 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 23º

Sem surpresa, BCE mantém taxas de juro

O Conselho do Banco Central Europeu (BCE) decidiu, esta quinta-feira, manter as três taxas de juro diretoras do BCE inalteradas, tal como era esperado pelos analistas.

Sem surpresa, BCE mantém taxas de juro
Notícias ao Minuto

13:15 - 11/04/24 por Notícias ao Minuto

Economia BCE

"A informação que tem vindo a ser disponibilizada confirmou amplamente a anterior avaliação efetuada pelo Conselho do BCE das perspetivas de inflação a médio prazo. A inflação continuou a descer, impulsionada pela menor inflação dos preços dos produtos alimentares e dos bens", revela o BCE, em comunicado

O BCE considera que a "maioria das medidas da inflação subjacente está a abrandar, o crescimento salarial regista uma moderação gradual e as empresas estão a absorver, nos respetivos lucros, parte do aumento dos custos do trabalho".

A taxa de juro aplicável às operações principais de refinanciamento e as taxas de juro aplicáveis à facilidade permanente de cedência de liquidez e à facilidade permanente de depósito permanecerão inalteradas em 4,50%, 4,75% e 4,00%, respetivamente. 

Depois de aumentar as taxas diretoras para o nível histórico mais elevado, o BCE está a marcar uma pausa neste ciclo sem precedentes de aperto monetário que o levou a aumentar as taxas dez vezes desde meados de 2022.

Pela quinta vez consecutiva, o BCE mantém as taxas inalteradas, num contexto de crises múltiplas, com destaque para os preços da energia menos previsíveis no contexto da guerra entre Israel e o Hamas e a crise no Mar Vermelho, que também está a aumentar os custos dos transportes.

Os banqueiros centrais que são membros do BCE foram claros nas mais recentes declarações, nomeadamente durante o fórum de Davos da semana passada: são baixas as probabilidades de a instituição de Frankfurt relaxar a política monetária antes do Verão.

Este é o horizonte mencionado pela presidente do BCE, Christine Lagarde, que considerou "prováveis" cortes nas taxas durante este período, ao mesmo tempo que insistiu na importância dos "dados" futuros, sobre a evolução dos preços ou dos salários.

[Notícia atualizada às 13h18]

Leia Também: IRS vai ser a "1.ªoportunidade" para testar disposição para o compromisso

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório