Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 24º

SAD do FC Porto reitera expectativa de injeção de capital até 70 milhões

A SAD do FC Porto reiterou hoje a expectativa de arrecadar até 70 milhões de euros, até junho, com a negociação da exploração do Estádio do Dragão, assim como a renegociação da dívida de médio e longo prazo.

SAD do FC Porto reitera expectativa de injeção de capital até 70 milhões
Notícias ao Minuto

11:52 - 02/04/24 por Lusa

Economia FC Porto

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a sociedade desportiva 'azul e branca', cuja negociação de ações foi suspensa esta manhã, reitera as declarações prestadas pelo presidente Pinto da Costa, na segunda-feira, em entrevista à estação televisiva SIC.

A FC Porto SAD deu conta da expectativa de "fechar definitivamente o contrato com uma reputada empresa internacional, com reconhecida experiência na otimização das receitas comerciais relacionadas com grandes equipamentos desportivos, até 30 de junho de 2024".

"Sendo esta parceria consubstanciada na participação minoritária numa das empresas com os direitos comerciais do grupo FC Porto, através da injeção de capital por um montante estimado entre os 60 e 70 milhões de euros, como anteriormente comunicado ao mercado, a sociedade irá elevar assim os capitais próprios em igual montante", lê-se no referido comunicado.

Na segunda-feira, Pinto da Costa, que preside ao clube desde 1982 e se recandidata à liderança nas eleições de 27 de abril, apontou para junho a entrada de capital proveniente do acordo para a exploração comercial do Estádio do Dragão, no Porto, por 15 anos com a companhia norte-americana Legends.

"O valor que poderemos deixar de receber [pela ausência da edição 2024/25 da Liga dos Campeões], é considerável, mas a Liga Europa também vai ter muito mais dinheiro. Em junho, vão entrar os 70 ME do negócio do estádio [celebrado com a Legends]", reiterou, na segunda-feira, Pinto da Costa.

Na mesma entrevista, o presidente 'azul e branco' recusou deixar o clube dependente de fundos de investimento, apesar de indicar o empresário João Rafael Koehler, fundador e administrador da empresa de gestão de capital de risco Quadrantis, para seu vice-presidente.

Essa sociedade engloba a empresa Connect Capital, que celebrou em abril de 2023 um empréstimo de 14,5 milhões de euros (ME) à FC Porto SAD, cuja data de vencimento irá até janeiro de 2029, tal como consta do último relatório e contas semestral dos 'dragões'.

"Eles têm um plano do interesse do clube. Vamos diminuir altamente o passivo e ter um financiamento de 250 ME a um juro muito mais baixo. Com o financiamento que tem sido feito, vão cobrar-nos cerca de metade dos juros que estamos a pagar", revelou o dirigente.

Hoje, a SAD dos 'dragões' "mais informa que apesar de não ter ainda fechado um financiamento neste sentido, a FC Porto -- Futebol, SAD está a negociar uma reformulação da sua dívida de médio e longo prazo, num montante estimado de 250 milhões de euros, a uma taxa de juro competitiva em termos de mercado".

Pinto da Costa, que está no 15.º mandato consecutivo e é o dirigente com mais títulos e longevidade do futebol mundial, concorrerá à presidência do FC Porto com André Villas-Boas, ex-treinador da equipa de futebol, e o empresário Nuno Lobo, candidato batido em 2020, nas eleições dos órgãos sociais, em 27 de abril, no Estádio do Dragão, no Porto.

Leia Também: CMVM suspende negociação das ações da SAD do FC Porto

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório