Meteorologia

  • 14 ABRIL 2024
Tempo
28º
MIN 18º MÁX 28º

"Portugal está de parabéns", mas "é importante manter a prudência fiscal"

O aviso é do antigo ministro da Economia português Álvaro Santos Pereira.

"Portugal está de parabéns", mas "é importante manter a prudência fiscal"
Notícias ao Minuto

08:15 - 05/03/24 por Notícias ao Minuto

Economia Álvaro Santos Pereira

O antigo ministro da Economia português Álvaro Santos Pereira e agora nomeado para economista-chefe da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) felicitou Portugal pelo trabalho desenvolvido no campo económico, mas alertou que a prudência fiscal deve manter-se. 

"Portugal está de parabéns pelo trabalho de cerca de 13/14 anos em que temos conseguido ter prudência fiscal e temos conseguido reanimar a economia para que o rácio da dívida com o PIB baixe", disse Álvaro Santos Pereira, em declarações à RTP3.

Ainda assim, não é altura de baixar os braços e, na opinião do antigo ministro da Economia, é necessário manter a prudência fiscal. 

"Temos uma dívida que ainda ronda os 100% do PIB e é demasiado elevada, pelo que é importante manter a prudência fiscal", referiu, em declarações ao mesmo canal. 

A OCDE anunciou, na semana passada, a nomeação do antigo ministro da Economia português Álvaro Santos Pereira como economista-chefe da instituição.

Em comunicado, a OCDE adianta que a nomeação tem efeitos a partir de 01 de junho de 2024.

"Álvaro é um importante economista que foi ministro da Economia e Emprego de Portugal entre 2011 e 2013 [no XIX Governo Constitucional liderado pelo social-democrata Pedro Passos Coelho], sendo responsável pelas áreas da Indústria, Comércio e Serviços, Turismo, Energia e Obras Públicas, Transportes e Emprego", descreve a instituição.

O antigo ministro, que trabalha há vários anos na OCDE, substitui Clare Lombardelli no cargo, depois de a economista ser nomeada vice-presidente do Banco de Inglaterra.

"Na sua nova função, [Álvaro Santos Pereira] irá liderar a análise económica e o aconselhamento político para apoiar os Membros na otimização da força e da qualidade do desenvolvimento económico e do crescimento no rescaldo da pandemia da Covid-19 e face aos impactos sociais e económicos da guerra de agressão da Rússia contra a Ucrânia, bem como no contexto das transformações estruturais necessárias para garantir as transições ecológica e digital", detalha a OCDE.

A OCDE recorda que Álvaro Santos Pereira foi nomeado pela primeira vez diretor de estudos nacionais no Departamento de Economia da instituição em 01 de março de 2014 e atuou como economista-chefe da organização em duas ocasiões, mais recentemente no período de julho de 2022 a maio de 2023.

Em outubro de 2023, foi nomeado diretor do ramo de Estudos Políticos do Departamento de Economia.  

Leia Também: Reforma antecipada vale penalização. Três exemplos que mostram o impacto

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório