Meteorologia

  • 24 ABRIL 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 24º

Exportadores de gás natural contra sanções unilaterais

Os países exportadores de gás natural condenaram hoje, no final de uma reunião em Argel, sanções económicas unilaterais contra os membros da organização, que inclui a Rússia.

Exportadores de gás natural contra sanções unilaterais
Notícias ao Minuto

18:22 - 02/03/24 por Lusa

Economia Gás natural

"Condenamos todas as restrições económicas unilaterais tomadas sem a aprovação prévia do Conselho de Segurança das Nações Unidas e qualquer aplicação extraterritorial de leis e regulamentos nacionais contra os estados membros do Fórum dos Países Exportadores de Gás (FPEG)", pode ler-se na Declaração de Argel.

Estas restrições "afetam negativamente o desenvolvimento e o comércio do gás natural e constituem uma ameaça para a segurança do abastecimento" daquele hidrocarboneto, sustentam.

Os representantes do FPEG defenderam igualmente os "direitos soberanos absolutos e permanentes dos estados membros sobre os seus recursos de gás natural".

O FPEG, fundado em 2001, junta 12 países: Argélia, Qatar, Rússia, Irão, Bolívia, Egito, Guiné Equatorial, Líbia, Nigéria, Trindade e Tobago, Venezuela e Emirados Árabes Unidos.

O secretário-geral do FPEG, Mohamed Hamel, anunciou na sexta-feira que os ministros do Fórum tinham aprovado a adesão do Senegal ao grupo como observador.

As condenações são uma mensagem dirigida em particular aos Estados Unidos e aos países ocidentais, que impuseram sanções unilaterais à Rússia desde a sua invasão da Ucrânia.

Leia Também: República do Congo começa a exportar gás natural liquefeito com a Eni

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório