Meteorologia

  • 21 ABRIL 2024
Tempo
25º
MIN 15º MÁX 26º

Tiago Oliveira eleito secretário-geral da CGTP por maioria de votos

Tiago Oliveira foi hoje eleito secretário-geral da CGTP para o mandato de 2024/2028 com 107 votos a favor de um total de 132 elementos do Conselho Nacional da intersindical que participaram na votação.

Tiago Oliveira eleito secretário-geral da CGTP por maioria de votos
Notícias ao Minuto

06:09 - 24/02/24 por Lusa

Economia CGTP

Foram ainda registados 25 votos em branco, anunciou a dirigente sindical Ana Pires, em conferência de imprensa.

A eleição foi realizada na madrugada de hoje, após o encerramento dos trabalhos do XV congresso da CGTP, que decorreu na Torre da Marinha, Seixal, distrito de Setúbal.

O Conselho Nacional elegeu ainda a nova Comissão Executiva da CGTP, com 104 votos a favor e 29 em branco.

Este órgão da central sindical é composto por 147 dirigentes, tendo votado 133.

Em declarações aos jornalistas, Tiago Oliveira disse que a intersindical vai continuar a combater "todo o tipo de atropelos cometidos contra quem trabalha" e "lutar por uma política diferente".

"Vamos sair deste congresso mais fortalecidos com a certeza de que a luta dos trabalhadores será uma constante", sublinhou o novo secretário-geral da CGTP.

Tiago Oliveira, de 43 anos, poderá fazer mais do que um mandato como líder da CGTP.

De acordo com dados do último congresso, realizado em 2020, a CGTP representava 556 mil trabalhadores em todo o país.

A CGTP é constituída por 10 federações sindicais, 22 uniões e 79 sindicatos filiados. Agrega ainda cerca de 40 sindicatos que, não sendo filiados, convergem com a intersindical na ação face a objetivos comuns, segundo dados da intersindical.

Leia Também: Conselho Nacional da CGTP eleito com 98% dos votos

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório