Meteorologia

  • 20 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 15º MÁX 22º

FMI alerta para subida de preços se protestos de agricultores continuarem

O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou hoje que se os protestos agrícolas continuarem na Europa, os preços poderão subir, embora não espere que tenham um grande impacto no crescimento económico da região.

FMI alerta para subida de preços se protestos de agricultores continuarem
Notícias ao Minuto

17:08 - 22/02/24 por Lusa

Economia Agricultores

"Poderá haver um impacto mais significativo nos preços se os protestos persistirem durante algum tempo", disse a porta-voz do FMI, Julie Kozack, em conferência de imprensa, em Washington.

Contudo, uma vez que o setor agrícola na maior parte dos países europeus "é relativamente pequeno" em termos de Produto Interno Bruto (PIB), a instituição espera que um eventual impacto económico "seja pequeno".

Durante três semanas, agricultores de diversos países europeus, como França, Espanha, Portugal ou Grécia protestaram, entre outras coisas, contra as consequências da burocracia da Política Agrícola Comum (PAC), das exigências ambientais para produzir e dos preços justos na origem.

A principal crítica é o Pacto Verde para a Europa (Green Deal) com o qual a União Europeia (UE) quer alcançar a neutralidade climática em 2050.

A diretora do FMI, Kristalina Georgieva, alertou, no início deste mês, sobre as consequências para as economias se os governos cedessem aos protestos.

De acordo com as últimas perspetivas económicas do FMI, a economia da zona euro irá crescer em média 0,9% (três décimas menos do que o estimado em outubro passado) este ano e 1,7% em 2025 (menos uma décima).

O crescimento dos países que partilham o euro está abaixo do esperado para a economia mundial (3,1% este ano), impulsionada pelos EUA e pela China.

Leia Também: Sánchez considera justas reivindicações dos agricultores

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório