Meteorologia

  • 16 ABRIL 2024
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 26º

REN emite 300 milhões de euros em dívida verde a uma taxa de 3,614%

A REN - Redes Energéticas Nacionais emitiu hoje 300 milhões de euros em obrigações verdes, a oito anos, com uma taxa de juro de 3,614% e tendo a procura superado a oferta em sete vezes, segundo comunicou ao mercado.

REN emite 300 milhões de euros em dívida verde a uma taxa de 3,614%
Notícias ao Minuto

19:04 - 20/02/24 por Lusa

Economia REN

De acordo com a informação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a emissão "é realizada no âmbito do Green Finance Framework da REN e reflete o alinhamento das políticas de financiamento e de sustentabilidade do grupo".

A empresa conseguiu, assim, financiar-se em 300 milhões de euros com a emissão de obrigações verdes com maturidade de oito anos, com uma taxa de cupão de 3,614%.

A procura foi de "cerca de 2.050 mil milhões de euros, cobrindo em cerca de sete vezes a quantidade a emitir".

Em termos geográficos, a procura chegou essencialmente da Alemanha, França, Portugal e Reino Unido, tendo contado ainda com uma "forte participação" de investidores verdes.

"Estes resultados demonstram que há cada vez mais interesse de investidores por títulos de dívida indexados à performance de sustentabilidade das empresas, e que estes consideram que o contributo da REN neste campo é relevante. Esta foi a segunda emissão verde da REN, e, tal como na primeira, a procura foi bastante superior à oferta, reforçando o perfil de financiamento conservador que nos é reconhecido", disse Gonçalo Morais Soares, administrador financeiro da REN, citado em comunicado.

A primeira emissão de dívida verde da REN ocorreu em abril de 2021, quando colocou no mercado 300 milhões de euros em obrigações, com maturidade a oito anos e taxa fixa de 0,5%.

Nessa ocasião, a procura superou em mais de cinco vezes a oferta.

A REN tem um rating BBB atribuído pela Fitch e pela Standard & Poor's e Baa2 pela Moody's.

A empresa registou lucros de 96,2 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano passado, um aumento de 18,2% em relação ao período homólogo.

Leia Também: Renováveis batem 'recorde' em 2023 e abastecem 61% do consumo

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório