Meteorologia

  • 28 MAIO 2024
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 27º

Amortizações antecipadas de crédito à habitação duplicam em 2023

As amortizações antecipadas de crédito à habitação quase duplicaram em 2023, subindo de 5,5 mil milhões de euros, em 2022, para 10,1 mil milhões de euros, revelou hoje o Banco de Portugal (BdP).

Amortizações antecipadas de crédito à habitação duplicam em 2023
Notícias ao Minuto

13:09 - 01/02/24 por Lusa

Economia Amortizações

Os dados do supervisor bancário indicam que as amortizações antecipadas de crédito à habitação aumentaram 4,6 mil milhões de euros entre 2022 e 2023.

As amortizações antecipadas totais, que incluem os contratos finalizados por amortização da dívida do devedor, consolidação de crédito num novo contrato e as transferências de crédito para outra instituição, representaram 83% das amortizações antecipadas em 2023.

O BdP explica que o aumento das taxas de juro teve reflexo no aumento da prestação média mensal dos créditos à habitação, passando de 339 euros em dezembro de 2022 para 425 euros em dezembro de 2023.

Metade dos créditos à habitação própria permanente tinha, em dezembro de 2023, uma prestação igual ou superior a 355 euros.

Com o aumento das taxas de juro a agravar o valor dos empréstimos, muitos clientes têm decidido usar poupanças para amortizar antecipadamente créditos (parcial ou totalmente) poupando assim no valor a pagar em juros.

No final do 2022 entrou em vigor uma medida de mitigação do impacto da forte subida dos juros que inclui a suspensão do pagamento de comissões aos bancos em caso de amortização antecipada, total ou parcial, do empréstimo da casa.

A medida estava prevista terminar em dezembro de 2023, mas mantém-se em vigor a suspensão temporária da cobrança da comissão de reembolso antecipado para créditos à habitação a taxa variável.

Leia Também: Desastres naturais mataram 69 pessoas desde outubro em Moçambique

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório