Meteorologia

  • 25 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 19º

Tal como previsto, BCE manteve as taxas de juro na 1.ª reunião do ano

Esta é a terceira reunião consecutiva em que o BCE decide manter as taxas de juro diretoras, depois de as subir dez vezes desde meados de 2022.

Tal como previsto, BCE manteve as taxas de juro na 1.ª reunião do ano
Notícias ao Minuto

13:15 - 25/01/24 por Beatriz Vasconcelos

Economia BCE

O Banco Central Europeu (BCE) manteve, esta quinta-feira, as taxas de juro, em linha com o que era esperado pelos analistas

"O Conselho do Banco Central Europeu (BCE) decidiu hoje manter as três taxas de juro diretoras do BCE inalteradas. A informação que tem vindo a ser disponibilizada confirmou amplamente a anterior avaliação das perspetivas de inflação a médio prazo", pode ler-se no comunicado da instituição. 

Depois de aumentar as taxas diretoras para o nível histórico mais elevado, o BCE está a marcar uma pausa neste ciclo sem precedentes de aperto monetário que o levou a aumentar as taxas dez vezes desde meados de 2022.

"Excetuando um efeito de base em sentido ascendente na inflação global relacionado com os produtos energéticos, a tendência descendente da inflação subjacente prosseguiu e os anteriores aumentos das taxas de juro continuam a ser transmitidos de forma vigorosa às condições de financiamento. As condições de financiamento restritivas estão a refrear a procura, o que está a ajudar a reduzir a inflação", considera o BCE. 

Deste modo, a taxa de juro aplicável às operações principais de refinanciamento e as taxas de juro aplicáveis à facilidade permanente de cedência de liquidez e à facilidade permanente de depósito permanecerão inalteradas em 4,50%, 4,75% e 4,00%, respetivamente.

"O Conselho do BCE está determinado a assegurar o retorno atempado da inflação ao seu objetivo de médio prazo de 2%. Com base na sua atual avaliação, o Conselho do BCE considera que as taxas de juro diretoras do BCE estão em níveis que, se forem mantidos por um período suficientemente longo, darão um contributo substancial para esse fim. As futuras decisões do Conselho do BCE assegurarão que as taxas diretoras serão fixadas em níveis suficientemente restritivos durante o tempo que for necessário", reitera a instituição liderada por Christine Lagarde. 

Baixar as taxas? Só no verão

Os banqueiros centrais que são membros do BCE foram claros nas mais recentes declarações, nomeadamente durante o fórum de Davos da semana passada: são baixas as probabilidades de a instituição de Frankfurt relaxar a política monetária antes do Verão.

Este é o horizonte mencionado pela presidente do BCE, Christine Lagarde, que considerou "prováveis" cortes nas taxas durante este período, ao mesmo tempo que insistiu na importância dos "dados" futuros, sobre a evolução dos preços ou dos salários.

[Notícia atualizada às 13h18]

Leia Também: Decisão do BCE e outras 3 coisas que deve saber para começar o dia

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório