Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 29º

Espanha fechou 2023 com inflação de 3,1%

Madrid, 12 jan 2024 (Lusa) - Os preços em Espanha subiram 3,1% em dezembro, menos uma décima do que em novembro, segundo dados da inflação divulgados hoje pelo Instituto de Estatística espanhol (INE).

Espanha fechou 2023 com inflação de 3,1%
Notícias ao Minuto

09:03 - 12/01/24 por Lusa

Economia Inflação

Este foi o terceiro mês consecutivo de descida da inflação (subida dos preços comparando com o mesmo mês do ano anterior) em Espanha.

Neste comportamento da inflação em dezembro, o INE espanhol destacou os preços dos alimentos e das bebidas não alcoólicas, que subiram 7,3%, mas menos 1,7 pontos do que no mês anterior.

No caso dos legumes e as hortaliças houve mesmo uma descida dos preços, quando em dezembro de 2022 tinham aumentado.

A inflação subjacente (que exclui a energia e os alimentos frescos, não elaborados) foi de 3,8%, menos sete décimas do que em novembro.

Espanha vai manter por pelo menos mais seis meses sem IVA alimentos considerados básicos, assim como outras medidas de resposta à inflação, aprovou esta semana o parlamento.

Na área da energia, manter-se-ão até junho deste ano, pelo menos, os descontos de até 80% nas faturas da eletricidade de consumidores considerados vulneráveis, e um limite máximo para o preço das garrafas de gás.

No entanto, o IVA sobre a eletricidade, que desde 2022 estava nos 5%, a taxa mínima permitida pela União Europeia, sobe este ano para os 10%.

O decreto aprovado prolonga também por mais um ano descontos nos passes para transportes públicos urbanos e suburbanos e nas portagens, assim como a suspensão dos despejos de famílias vulneráveis.

O pacote de medidas formaliza, por outro lado, o aumento das pensões de acordo com a inflação de 2023 em Espanha (3,8%).

Espanha adotou pacotes para responder à subida dos preços depois de no primeiro semestre de 2022 ter tido dos valores mais elevados da União Europeia e de em julho daquele ano ter registado a inflação mais alta no país desde 1984 (10,77%).

Ao longo de 2022, o país aprovou vários pacotes de medidas para responder à inflação superiores a 3% do Produto Interno Bruto (PIB), cerca de 45.000 milhões de euros, entre ajudas diretas a consumidores e empresas e benefícios fiscais.

Para tentar responder à escalada dos preços dos alimentos, entrou em vigor em janeiro de 2023 um novo conjunto de medidas que incluem a suspensão do IVA de alguns alimentos e produtos considerados básicos.

Espanha fechou 2022 com a inflação mais baixa da União Europeia (5,7%) e no ano passado a taxa continuou a baixar, apesar de algumas oscilações durante o ano, chegando a dezembro nos 3,1%, como divulgou hoje o INE

Leia Também: Inflação em França termina 2023 em 3,7%. Mais 2 décimas que em novembro

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório