Meteorologia

  • 13 ABRIL 2024
Tempo
21º
MIN 16º MÁX 29º

Eurostat confirma inflação de 2,4% na zona euro em novembro

A taxa de inflação homóloga da zona euro abrandou, em novembro, pelo sétimo mês consecutivo, para os 2,4%, confirmou hoje o Eurostat, com a da União Europeia (UE) a recuar para os 3,1%.

Eurostat confirma inflação de 2,4% na zona euro em novembro
Notícias ao Minuto

10:08 - 19/12/23 por Lusa

Economia Inflação

O serviço estatístico europeu confirmou, no boletim hoje divulgado, que, em novembro, a taxa de inflação anual no espaço da moeda única desacelerou para os 2,4%, face aos 2,9% de outubro e os 10,1% homólogos, mantendo uma tendência em baixa desde maio.

Para o conjunto dos 27 Estados-membros, o indicador abrandou para os 3,1%, taxa que se compara com a de 3,6% do mês anterior e com a de 11,1% de novembro de 2022.

Na zona euro, inflação subjacente ('core') - que exclui os agregados mais voláteis como energia, bens alimentares, álcool e tabaco - fixou-se, por seu lado, nos 3,6%, face aos 4,2% de outubro e os 5,0% homólogos.

Na área da moeda única, as maiores contribuições para a taxa de inflação homóloga são dos setores dos serviços (1,69 pontos percentuais -- pp), seguido pelo da alimentação, álcool e tabaco (1,37 pp), dos bens industriais não energéticos (0,75 pp) e da energia (-1,41 pp).

Entre os Estados-membros da UE, as menores taxas de inflação -- medidas pelo Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC, que permite fazer comparações) -- observaram-se na Bélgica (-0,8%), na Dinamarca (0,3%) e em Itália (0,6%).

Os maiores aumentos homólogos dos preços, por seu lado, registaram-se na República Checa (8,0%), na Hungria (7,7%), na Eslováquia e na Roménia (6,9% cada).

Em Portugal, a taxa de inflação medida pelo IHPC foi, em novembro, de 2,2%, tendo abrandado tanto na comparação com outubro (3,2%) quanto na variação homóloga (10,2%).

No conjunto de toda a UE, a inflação anual desacelerou em 21 Estados-membros, manteve-se estável em três e aumentou em outros três.

[Notícia atualizada às 10h46]

Leia Também: Bolsas europeias em alta, pendentes dos dados definitivos da inflação

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório