Meteorologia

  • 24 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 10º MÁX 15º

Galp diz-se "empenhada" com bem-estar das comunidades em Moçambique

A Galp manifestou hoje o seu "empenho particular" com o bem-estar das comunidades das áreas em que opera em Moçambique, apontando a educação como uma área prioritária no apoio social da petrolífera portuguesa.

Galp diz-se "empenhada" com bem-estar das comunidades em Moçambique
Notícias ao Minuto

16:06 - 08/12/23 por Lusa

Economia Galp

"Acreditamos que a educação é um dos principais motores de crescimento e de desenvolvimento e queremos estar próximo às comunidades em que estamos, fazemos isso em vários países, fazemo-lo em Moçambique, com particular empenho e com particular gosto, porque vemos que há aqui um caminho a fazer", disse à Lusa Maria João Rodrigues, administradora financeira da Galp.

A responsável falava após um encontro em Maputo com estudantes beneficiários do projeto "O Teu Futuro", desenvolvido pela Organização Não-Governamental (ONG) portuguesa Helpo e que prepara alunos para o ingresso no ensino superior e que conta com o apoio da petrolífera.

Como empresa, a Galp só poder operar com sucesso se as comunidades das áreas geográficas em que está instalada "estiverem bem", prosseguiu: "Acreditamos que ser uma boa empresa implica ser um bom cidadão corporativo e pensar no futuro do que temos à nossa volta".

Referindo-se à ajuda ao projeto "O Teu Futuro", notou que a educação é o motor de crescimento e de desenvolvimento, que gera maior benefício quando é mais inclusivo e equitativo.

"Acreditamos que a solidariedade, a igualdade e o futuro se constroem dando a estes jovens a oportunidade de fazerem o seu caminho", enfatizou.

Maria João Rodrigues elogiou a forte adesão de meninas ao projeto, sublinhando que se trata de um passo importante para a correção dos desequilíbrios de género no acesso ao ensino e da marginalização social e económica da rapariga.

"A equidade de género é um desafio e é um desafio que estas meninas sentem na pele", o que torna "um ato de coragem, ato de bravura elas quererem fazer o seu caminho", frisou.

A administradora financeira da Galp também elogiou a apetência pelas ciências naturais e áreas tecnológicas manifestada pelas meninas com quem conversou em Maputo, observando que se trata de domínios historicamente inacessíveis para a mulher, uma realidade que deve ser corrigida.

O projeto "O Teu Futuro", da responsabilidade da Helpo, beneficiou 52.145 alunos desde o seu arranque em novembro de 2022.

A iniciativa, avaliada em 345.871 euros, assenta fundamentalmente em ações de preparação dos alunos visando o seu ingresso nas instituições de ensino superior.

O projeto está a ser executado nas províncias de Cabo Delgado e Nampula, norte de Moçambique, e na cidade de Maputo, sul do país.

A Galp dispõe de uma rede de venda de combustível em vários pontos de Moçambique e detém uma participação de 10% no consórcio da Área 4 da Bacia do Rovuma, província de Cabo Delgado, que opera uma unidade flutuante para a liquefação de gás natural (FLNG).

A Eni é a operadora da Área 4, com uma participação indireta de 50%, através da Eni East Africa, a qual detém uma participação de 70% na Área 4.

Leia Também: Viajar no Natal? Ao abastecer na Galp poupa 30 cêntimos/litro em dezembro

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório