Meteorologia

  • 01 MARçO 2024
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 15º

Ucranianos apelam à redução do consumo de energia após ataque russo

As autoridades ucranianas apelaram hoje à redução do consumo de eletricidade, depois de um ataque a uma central peto da frente de combate, no eu foi o primeiro apelo do género, quando se aproximam os grandes frios.

Ucranianos apelam à redução do consumo de energia após ataque russo
Notícias ao Minuto

23:53 - 07/12/23 por Lusa

Economia Energia

O apelo ocorre quando a ajuda ocidental a Kyiv está ameaçada por divisões políticas.

Cerca de 50 mil milhões de euros, previstos para consolidar o apoio europeu à Ucrânia estão bloqueados pelas reticências de alguns Estados membros, tal como a nova ajuda dos EUA, travada no Congresso pelos republicanos.

Enquanto espera, a Ucrânia receia uma nova campanha de ataques russos às suas centrais e infraestruturas, à semelhança do inverno anterior, durante o qual milhões de ucranianos ficaram privados de aquecimento ou eletricidade.

Hoje, um ataque russo visou "uma central térmica na zona da linha de frente", indicou o Ministério da Energia ucraniano, em comunicado, sem dar a localização do ataque.

"Os equipamentos foram seriamente afetados", acrescentou-se no texto.

"Devido à paragem destas unidades térmicas, bem como de uma descida da temperatura exterior [ligada à meteorologia e que causa uma subida do consumo de energia], regista-se uma penúria de eletricidade temporária na rede", acrescentou o Ministério no texto.

Na sequência, apelou aos consumidores que "apoiem os trabalhadores do setor da energia", através de um uso da eletricidade "sábio e económico".

Na rede social Facebook, o primeiro-ministro ucraniano, Denys Chmygal, especificou que esta penúria estava ligada "a uma baixa das temperaturas, a reparações de urgência e ao funcionamento limitado de centrais solares devido a uma meteorologia nebulosa".

"O governo apela à redução do consumo de eletricidade em particular entre as 09.00 e as 19.00", acrescentou.

Leia Também: Bloqueio dos EUA na ajuda à Ucrânia? MNE britânico faz apelo

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório