Meteorologia

  • 05 MARçO 2024
Tempo
MIN 8º MÁX 16º

Metro de Lisboa suspende negociações sobre carreiras por crise política

O Metropolitano de Lisboa (ML) suspendeu o processo negocial do regulamento de carreiras, face à atual crise política, adiantaram hoje as organizações sindicais representantes dos trabalhadores, que acusam a empresa de ter mantido sempre uma "posição muito intransigente".

Metro de Lisboa suspende negociações sobre carreiras por crise política
Notícias ao Minuto

23:44 - 05/12/23 por Lusa

Economia Sindicatos

No final da quarta reunião com o conselho de administração do ML, que decorreu hoje, os sindicatos divulgaram que a empresa "transmitiu que face à atual situação política e às dificuldades naturais de não ter orientações tutelares, entende suspender das reuniões do regulamento de carreiras".

Em comunicado, as organizações sindicais referiram que "face a esta posição (...) estão de acordo com a suspensão do processo negocial neste modelo".

E lamentaram também a posição hoje exposta pelo ML, frisando que "ao longo das reuniões a empresa manteve sempre uma posição muito intransigente face as propostas apresentadas".

"Recordamos ainda que num processo negocial deve existir sempre discussão das propostas feitas por todos os interlocutores, o que infelizmente neste processo nunca aconteceu", sublinharam.

Os sindicatos salientaram que "o objetivo principal da empresa foi apenas a criação da nova categoria profissional e tentar a implementação de várias medidas, nomeadamente na sala de comando e energia, assim como a formação que está a ocorrer com trabalhadores em regime de outsourcing (empresas de limpeza e vigilância) sobre regulamentos importantes para a segurança dos trabalhadores e instalações, demonstrando claramente o caminho para a substituição dos trabalhadores do ML".

As organizações sindicais frisaram ainda, no comunicado, que "não estão reunidas as condições necessárias para que os trabalhadores participem no prolongamento da atividade do Metropolitano de Lisboa do dia 31 de dezembro de 2023 para 01 de janeiro de 2024".

Os sindicatos representativos dos trabalhadores são o STRUP (Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários e Urbanos de Portugal), que está afeto à FECTRANS, o STTM (Sindicato dos Trabalhadores da Tração do Metropolitano de Lisboa), o SINDEM (Sindicato da Manutenção do Metropolitano), o SITRA (Sindicato dos Trabalhadores dos Transportes), o SITESE (Sindicato dos Trabalhadores do Setor de Serviços) e o STMETRO (Sindicato dos Trabalhadores do Metropolitano de Lisboa).

O Metropolitano de Lisboa opera diariamente com quatro linhas: Amarela (Rato-Odivelas), Verde (Telheiras-Cais do Sodré), Azul (Reboleira-Santa Apolónia) e Vermelha (Aeroporto-São Sebastião).

Normalmente, o metro funciona entre as 06h30 e as 01h00.

Leia Também: Metro de Lisboa adjudica extensão da Linha Vermelha a Alcântara

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório