Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 17º

CTI estima em 139 milhões valor das terrenos da Portela após reconversão

A comissão técnica para o novo aeroporto estima que os terrenos do atual aeroporto em Lisboa possam valer 509,6 milhões de euros, mas descontados os custos da operação de demolição traduzem-se pelo valor atual líquido de 139 milhões.

CTI estima em 139 milhões valor das terrenos da Portela após reconversão
Notícias ao Minuto

20:52 - 05/12/23 por Lusa

Economia Novo aeroporto

Os dados constam do relatório preliminar da Comissão Técnica Independente (CTI) responsável pela avaliação ambiental estratégica para o aumento da capacidade aeroportuária da região de Lisboa, que estudou nove opções, apresentado hoje em Lisboa.

Segundo um anexo dedicado ao estudo económico da desativação e renaturalização do Aeroporto Humberto Delgado (AHD), coordenado pelo economista Fernando Alexandre, a CTI estima que "o valor de mercado dos terrenos considerados como urbanizáveis do atual AHD seja de 509,6 milhões de euros".

No entanto, calcula que os custos, a valores atuais, das operações de demolição e renaturalização da restante área representem 342,1 milhões de euros, o que significa, para o cenário central, um Valor Atual Líquido (VAL) da operação global de 167,5 milhões de euros.

"Este valor apresenta uma distribuição assimétrica de risco. O valor esperado para o VAL que resulta do modelo de simulação é de 139 milhões de euros, contabilizando os riscos de potenciais desvios", adianta.

O estudo aponta que "a probabilidade de derrapagem de custo é superior à probabilidade de este ser inferior ao estimado, ou, outro exemplo, o risco associado à descontaminação pode conduzir a valores expressivamente superiores", uma vez que "só após a realização de uma 'due diligence' [diligências prévias] técnica aprofundada, poderá ser quantificado com maior precisão".

Alcochete e Vendas Novas são as duas opções identificadas pela comissão técnica independente como viáveis para um novo aeroporto, juntamente com Humberto Delgado até ser possível passar para infraestrutura única, foi hoje anunciado pela CTI.

Uma resolução do Conselho de Ministros aprovada no ano passado definiu a constituição de uma CTI para analisar cinco hipóteses para a solução aeroportuária de Lisboa, mas previa que pudessem ser acrescentadas outras opções, o que veio a acontecer.

O relatório entrará em consulta pública durante 30 dias úteis, prazo findo o qual a CTI apresentará o relatório final.

Leia Também: ANA garante que vai fazer obras que Estado entender necessárias

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório