Meteorologia

  • 29 FEVEREIRO 2024
Tempo
11º
MIN 11º MÁX 16º

2022. Mercado livre de eletricidade com máximo de 5,5 milhões de clientes

O mercado liberalizado de eletricidade registou um máximo histórico de 5,5 milhões de clientes no final de 2022, segundo dados da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), hoje divulgados.

2022. Mercado livre de eletricidade com máximo de 5,5 milhões de clientes
Notícias ao Minuto

12:39 - 28/11/23 por Lusa

Economia Eletricidade

"O mercado liberalizado de eletricidade, registou, no final do ano passado, um máximo histórico de clientes de 5,5 milhões", enquanto o "mercado liberalizado do gás ficou ligeiramente abaixo de 1,2 milhões de clientes", concluiu o regulador, que publicou o Relatório dos Mercados Retalhistas de Eletricidade e de Gás -- 2022.

Apesar do máximo registado no mercado liberalizado de eletricidade, assistiu-se, no ano passado, a uma transferência de 100.000 clientes para o mercado regulado.

Já no caso do gás natural, o mercado liberalizado perdeu 154.000 clientes para o regulado.

Segundo a ERSE, os mercados liberalizados de eletricidade e do gás natural representavam 93% e 98% do consumo total e 85% e 76% do total dos clientes, respetivamente.

Em 2022, a EDP manteve a tendência de perda de clientes registada nos últimos anos, detendo, no final do ano, 75% dos clientes do mercado liberalizado na eletricidade e 46% no gás.

Já em termos de consumo, os maiores comercializadores também perderam quota de mercado, sendo que, na eletricidade, a EDP tinha 41% do consumo e, no gás, a Galp concentrava 50%, uma queda de quatro pontos percentuais face ao ano anterior.

No que diz respeito à origem da energia consumida, e apesar do crescente papel das ofertas ditas "verdes", o regulador observou que, no ano passado, cerca de metade dos comercializadores apresentava um aprovisionamento de eletricidade menos "verde" do que a média do mercado.

No ano em análise, a tarifa social abrangia 804.000 beneficiários na eletricidade e 52.000 no gás natural.

A ERSE destacou ainda que as reclamações e pedidos de informação junto da Unidade de Apoio ao Cliente do regulador apresentaram uma diminuição de cerca de 21%, para perto de 28.000.

Leia Também: Mexidas na carteira, subsídio e mais: 5 temas que marcam esta 3.ª-feira

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório