Meteorologia

  • 20 JULHO 2024
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 28º

Portugal tem mais de 4.000 'startups' que faturam 2,3 mil milhões

Portugal conta com 4.073 'startups' que geram 2,3 mil milhões de euros de volume de negócios e 1,3 mil milhões de euros em exportações, sendo ainda responsáveis por 25 mil empregos, segundo a Startup Portugal, IDC e Informa D&B.

Portugal tem mais de 4.000 'startups' que faturam 2,3 mil milhões
Notícias ao Minuto

17:38 - 16/11/23 por Lusa

Economia Web Summit

Num comunicado, hoje divulgado, as entidades deram conta destes dados, que resultam "da atualização dos critérios para a definição de 'startup' feita em parceria com a Startup Portugal, IDC e Informa D&B, no âmbito da Web Summit.

Assim, segundo os dados apresentados, "desde o início da última década, a criação de 'startups' cresceu em todos os anos, com exceção de 2020", sendo que "este crescimento tem vindo a intensificar-se e 70% do total das atuais 'startups' foram criadas nos últimos cinco anos, com 2021 e 2022 a atingirem os máximos", com 600 e 706, respetivamente.

A maioria destas empresas, 84%, são de serviços intensivos em conhecimento de alta tecnologia, lê-se na mesma nota.

"Em termos setoriais, a maior parte das 'startups' (3.278) pertencem às tecnologias de informação e comunicação, a que correspondem 61% do volume de negócios total". Por sua vez, apesar de serem bastante menos, "as 'startups' do setor industrial correspondem a um volume de negócios significativo de 26%", de acordo com o comunicado.

Segundo os dados, 35% são exportadoras, "percentagem bastante superior à média do tecido empresarial, que é de 11%", sendo que os 1,3 mil milhões de euros de negócio com outros países são fundamentais "para as 'startups' exportadoras, representando 57% de toda a sua faturação, e 5% do total das exportações de serviços das empresas".

Mais de metade destas empresas está concentrada em Lisboa e Porto e cresceram, entre 2019 e 2022, em volume de negócios 24,4%, "uma percentagem muito superior aos 9,1% quando considerada a totalidade do tecido empresarial", tendo gerado "um crescimento do emprego em 17%, um valor que na generalidade do tecido empresarial ficou nos 1,6%".

No que diz respeito à remuneração média, nestas empresas "é de cerca de 1.700,00 euros por empregado, um valor superior em 37% à média de todas as empresas portuguesas".

Leia Também: Startup Inspira é a vencedora do 'pitch' da Web Summit

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório