Meteorologia

  • 28 FEVEREIRO 2024
Tempo
13º
MIN 9º MÁX 16º

Declarações de Jerome Powell levam Wall Street a fechar em baixa

A bolsa nova-iorquina acabou hoje uma série de sessões positivas, ao fechar em baixa, depois de o presidente da Reserva Federal (Fed), Jerome Powell, indicar que não hesitaria em subir a taxa de juro se for preciso.

Declarações de Jerome Powell levam Wall Street a fechar em baixa
Notícias ao Minuto

23:16 - 09/11/23 por Lusa

Economia Fed

Os resultados definitivos da sessão indicam que, depois de oito sessões consecutivas de ganhos, o índice alargado S&P500, o mais representativo do mercado bolsista norte-americano, perdeu 0,81%.

Mais forte foi o recuo do tecnológico Nasdaq, que baixou 0,94%, ao passo que o seletivo Dow Jones Industrial Average desvalorizou 0,65%.

"Não hesitaremos" em subir a facha de juro de referência "se for preciso" face à forte inflação, advertiu hoje Powell, ao discursar durante um evento do Fundo Monetário Internacional.

A Fed "compromete-se a realizar uma política monetária suficientemente restritiva para conduzir a inflação para dois por cento", acrescentou.

Em 01 de novembro último, a Fed tinha, pela segunda vez consecutiva, mantido a sua taxa de referência sem alterações, no intervalo entre 5,25% e 5,50%.

"O que ele disse não é assim tão terrível. É apenas um tom diferente. Apenas disse que se a inflação não baixar e se o mercado de trabalho não distender, a Fed tenciona subir a raxa", relativizou Karl Haeling, do LBBW.

O economista Krishna Guha, da Evercore, partilhou desta opinião, a de que as declarações de Powell "não são para interpretar como uma alteração substancial de política".

Não obstante, os rendimentos obrigacionistas foram os primeiros a reagir às declarações, acelerando a subida, depois de duas semanas em que estiveram com um sentido inverso.

"As vendas de obrigações", cujos preços baixam quando os rendimentos sobem, "estenderam-se às ações", concluiu Haeling.

A tensão dos rendimentos obrigacionistas explica-se também pelo escasso sucesso de uma emissão de dívida federal a 30 anos, no montante de 24 mil milhões de dólares. "A procura foi baixa", realçou Karl Haeling.

Leia Também: Ativistas climáticos interrompem discurso do presidente da Fed

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório