Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 18º

Milho está perto do preço mais alto de 12 meses em Cabo Verde

O preço do milho em Cabo Verde permaneceu, em agosto, perto do nível mais elevado dos últimos 12 meses, indica um relatório de vigilância agroalimentar divulgado pelas Nações Unidas.

Milho está perto do preço mais alto de 12 meses em Cabo Verde
Notícias ao Minuto

09:11 - 27/09/23 por Lusa

Economia Cabo Verde

"Os preços de retalho do milho produzido localmente registaram aumentos que chegaram a 10% durante o período pós-colheita, entre outubro de 2022 e fevereiro de 2023, refletindo uma forte procura", lê-se no último relatório sobre o país do Sistema Mundial de Informação e Alerta Precoce sobre Alimentação e Agricultura (GIEWS, sigla inglesa), consultado hoje pela Lusa. 

Posteriormente, "os preços do milho seguiram tendências mistas, entre março e agosto, altura em que ficaram perto do nível mais elevado dos últimos 12 meses", nota o documento, com base na recolha de preços nos mercados locais.

O relatório ilustra a evolução com um gráfico que mostra o preço a seguir uma tendência ascendente desde agosto de 2021, altura em que se aproximava dos 120 escudos cabo-verdianos (1,08 euros) por quilo, tanto na ilha de Santiago (a mais povoada) como na ilha de Santo Antão.

Em Santo Antão, o preço subiu sempre até atingir um pico em janeiro deste ano, acima dos 160 escudos (1,45 euros), recuando desde então, mas mantendo-se em redor dos 155 escudos (1,40 euros).

Na ilha de Santiago, o preço tem sofrido maiores oscilações ao longo do ano, sempre com um pico antes da colheita, chegando perto dos 170 escudos (1,54 euros) em agosto deste ano.

Quanto a outros cereais, o preço da farinha de trigo importada fixou-se, em agosto, a um nível 10% a 30% mais caro que o do ano anterior -- a rondar os 90 escudos cabo-verdianos (81 cêntimos de euro) por quilo -, enquanto o preço do arroz importado ficou "estável", próximo do valor de 2022 na maioria dos mercados.

O GIEWS é um instrumento da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO).

Leia Também: Insegurança alimentar aguda entre colheitas diminui 30% em Cabo Verde

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório