Meteorologia

  • 04 DEZEMBRO 2021
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

"Sempre que se tenta ir à despesa, grupo interessado bloqueia"

César das Neves acredita no seguimento das declarações de ontem de Passos Coelho, que é sempre possível aumentar mais a carga fiscal, mas que “o problema de fundo [na economia portuguesa] é outro”. “O ponto fundamental é que não se consegue ir à despesa”, disse o economista à Renascença.

"Sempre que se tenta ir à despesa, grupo interessado bloqueia"

Depois de o primeiro-ministro ter admitido ontem que os portugueses podem vir a ser ainda mais sobrecarregados em impostos, César das Neves confessou, aos microfones da Renascença, qual é, no seu entender, o problema de fundo da economia portuguesa.

“Nós estamos com um limite espantoso de impostos e a economia não consegue crescer por causa disso, mas o ponto fundamental é que não se consegue ir à despesa. Todas as vezes que se tenta ir à despesa o grupo interessado consegue bloquear”, atirou o economista.

Desta feita, acrescentou, “aumentar os impostos é penalizar alguns, a favor de outros que têm os seus direitos blindados na Constituição”.

Na perspetiva de César das Neves, “o IVA dá muito dinheiro, as pessoas pagam logo e, portanto, provavelmente, essa será a prioridade [no seguimento do chumbo do Tribunal Constitucional]. Depois, vai-se para os grandes impostos, como o IRS”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório