Meteorologia

  • 22 FEVEREIRO 2024
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 18º

Inês trabalha "há 37 anos" na mesma empresa. "Ganho o ordenado mínimo"

Trabalhadores estão em luta por melhores salários. Há várias ações por todo o país.

Inês trabalha "há 37 anos" na mesma empresa. "Ganho o ordenado mínimo"
Notícias ao Minuto

14:35 - 28/06/23 por Notícias ao Minuto

Economia Salários

Esta quarta-feira está a ser marcada por várias ações de luta da CGTP para exigir aumentos salariais. As ações decorrem em todo o país e entre os vários relatos há uma trabalhadora da Matutano, no Carregado, que está na empresa há 37 anos e ganha o salário mínimo nacional (SMN). 

"O que exigimos é muito simples: melhores aumentos salariais. Estou cá há 37 anos, muitas colegas há 40 anos, e o que ganho aqui é o ordenado mínimo", disse Inês Folhas, trabalhadora da Matutano, em declarações à SIC. 

Nesta concentração no Carregado esteve também a secretária-geral da CGTP, Isabel Camarinha, que já revelou que a adesão às centenas de greves em todo o país no âmbito do dia nacional de luta da central sindical para exigir aumentos salariais "é elevada".

A CGTP reivindica um aumento dos salários para todos os trabalhadores em, pelo menos, 10% com um mínimo de 100 euros, a subida do salário mínimo para 850 euros e outras medidas que respondam ao aumento do custo de vida.

Estão ainda previstas manifestações em Lisboa e no Porto, com início às 15h00 e, na administração pública, tem início hoje a greve nacional dos enfermeiros.

Também em greve nacional estão os trabalhadores das empresas de distribuição, que irão concentrar-se à porta de várias lojas do país.

Entre as ações previstas para o dia de luta nacional da CGTP estão plenários, concentrações à porta das empresas e greves em várias câmaras municipais do país e em empresas como a Matutano, Lactogal, Nobre, lojas EDP e Grupo Altice.

Leia Também: Centenas de manifestações e greves hoje no dia de luta nacional da CGTP

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório