Meteorologia

  • 18 ABRIL 2024
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 25º

Metro de Lisboa oferece espaços para peregrinos da JMJ passarem a noite

O Metropolitano de Lisboa (ML) vai disponibilizar espaços de pernoita para os peregrinos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) e reforçar a operação durante o evento, prevendo aumentar a frequência de comboios, anunciou esta segunda-feira a empresa.

Metro de Lisboa oferece espaços para peregrinos da JMJ passarem a noite
Notícias ao Minuto

16:42 - 26/06/23 por Lusa

Economia JMJ

As medidas fazem parte de um acordo de parceria estabelecido entre o Metropolitano de Lisboa e o Comité Organizador Paroquial do Alto do Lumiar, segundo explica a empresa, em comunicado.

De acordo com a mesma nota, o acordo prevê a cedência, no período entre 29 de julho e 7 de agosto, de um conjunto de infraestruturas "atualmente sem uso", nomeadamente "espaços abertos adjacentes e instalações sanitárias para alojamento e pernoita de peregrinos, no Parque de Manutenção e Oficinas II, em Calvanas".

"Para garantir a segurança dos peregrinos esta parceria prevê a colocação, nas instalações cedidas pelo Metropolitano de Lisboa ao Comité Organizador Paroquial do Alto do Lumiar, de equipamentos de segurança eficazes, garantindo a integridade e o bem-estar dos participantes, bem como a disponibilização de uma equipa de voluntários, que estará presente no espaço para apoio dos peregrinos, de forma a garantir que todas as regras de utilização do espaço são cumpridas", refere o ML.

No âmbito da parceria, o ML pretende também levar a cabo "um conjunto de melhoramentos e adaptações às referidas instalações, para que estas respondam de forma eficaz ao objetivo de garantir a pernoita dos peregrinos em condições adequadas".

Por outro lado, o ML prevê reforçar a operação durante o período da JMJ, "de forma a dar resposta ao aumento de afluência de clientes", designadamente através do aumento da frequência de comboios, da criação de postos específicos de apoio ao peregrino, de novas opções de bilhética e de novas plataformas de comunicação.

Lisboa foi a cidade escolhida pelo Papa Francisco para a próxima edição da Jornada Mundial da Juventude, que vai decorrer entre os dias 01 e 06 de agosto, com as principais cerimónias a terem lugar no Parque Eduardo VII e no Parque Tejo, a norte do Parque das Nações, na margem ribeirinha do Tejo.

As JMJ nasceram por iniciativa do Papa João Paulo II, após o sucesso do encontro promovido em 1985, em Roma, no Ano Internacional da Juventude.

O primeiro encontro aconteceu em 1986, em Roma, tendo já passado, nos moldes atuais, por Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Roma (2000), Toronto (2002), Colónia (2005), Sidney (2008), Madrid (2011), Rio de Janeiro (2013), Cracóvia (2016) e Panamá (2019).

A edição deste ano, que será encerrada pelo Papa, esteve inicialmente prevista para 2022, mas foi adiada devido à pandemia de Covid-19.

O Papa Francisco foi a primeira pessoa a inscrever-se na JMJ Lisboa 2023, no dia 23 de outubro de 2022, no Vaticano, após a celebração do Angelus.

Leia Também: JMJ. Leiria-Fátima recebe 7.350 estrangeiros para Dias nas Dioceses

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório