Meteorologia

  • 19 MAIO 2024
Tempo
17º
MIN 12º MÁX 21º

Seca e cheias? Bruxelas poderá distribuir 250 milhões por países afetados

A Comissão Europeia está disponível para distribuir 250 milhões de euros pelos Estados-membros mais afetados pela situação de seca extrema e pelas cheias, anunciou hoje a ministra da Agricultura, Maria do Céu Antunes.

Seca e cheias? Bruxelas poderá distribuir 250 milhões por países afetados
Notícias ao Minuto

19:34 - 30/05/23 por Lusa

Economia Comissão Europeia

"O comissário [da Agricultura, Janusz Wojciechowski,] disponibilizou-se a estudar a possibilidade da mobilização de 250 milhões de euros da reserva agrícola para fazer face a estas situações e para os Estados-membros mais afetados", disse Maria do Céu Antunes, depois de um Conselho Ministros de Agricultura e Pescas da União Europeia (UE), em Bruxelas.

O pedido foi feito por Portugal e subscrito pelos governantes de França, Itália e Espanha, acrescentou a ministra.

"A pecuária extensiva está com problemas gravíssimos porque os pastos não se desenvolveram e com isso nós estamos a assistir antes do tempo à utilização de alimentação composta e com preços muito altos", desenvolveu.

A expectativa é de que "em breve" seja possível receber este apoio, apesar de Maria do Céu Antunes ainda não poder precisar quando em concreto: "Aquilo que o comissário nos deixou antever e aquilo que os Estados-membros pediram foi muita urgência. Aquilo que sabemos é que esta mobilização da reserva agrícola tem de acontecer antes de setembro."

A avançar, Maria do Céu Antunes referiu que ainda não é possível saber quanto poderá calhar a Portugal desde 'bolo'.

Mais de 40% do território português está em situação de seca.

Leia Também: Seca. Comissão reúne-se para avaliar necessidade de mais medidas

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório